Ignorar Navegação

Melhorias aos nomes dos medidores e impactos nos relatórios dos pacotes de conteúdos do Power BI

Data de publicação: 15 agosto, 2018

Em novembro passado, a Microsoft anunciou uma nova versão do pacote de conteúdos do Power BI para utilizadores do Azure Enterprise, chamado Microsoft Azure Consumption Insights. Este pacote de conteúdos substitui o anterior pacote de conteúdos do Microsoft Azure Enterprise, que será desativado até 31 de dezembro de 2018.

O mais recente pacote de conteúdos do Power BI permite consultar a utilização e os encargos do Azure por qualquer intervalo de datas ou período de faturação pretendido (até 36 meses). As APIs mais recentes permitem obter informações mais detalhadas sobre a utilização e monitorizar, prever e otimizar os custos do Azure de forma precisa. Incentivamos a fazer a migração para a versão mais recente antes de 31 de dezembro, data em que o pacote de conteúdos do Microsoft Azure Enterprise será desativado. 

Outro benefício de migrar para a versão mais recente é o facto de suportar de forma mais integrada as melhorias que estamos a fazer à nossa taxonomia de nomenclatura, cuja primeira fase foi lançada a 16 de agosto. A primeira fase melhora significativamente as convenções de nomenclatura associadas à utilização de máquinas virtuais. Tenha em atenção que, dependendo da forma como está a gerar os seus relatórios, poderá ser necessário atualizá-los para acomodar a nova taxonomia de nomenclatura. Veja as secções abaixo para obter mais detalhes.

As restantes melhorias às nossas convenções de nomenclatura para todos os outros serviços do Azure entrarão em vigor durante a primeira semana de outubro de 2018.

Impactos do pacote de conteúdos do Microsoft Azure Enterprise

Se continuar a utilizar o pacote de conteúdos do Microsoft Azure Enterprise, cuja desativação está agendada para o fim de dezembro de 2018, a utilização antes das alterações de nome será apresentada abaixo da convenção de nomenclatura antiga. A utilização durante o mês de entrada em vigor das alterações de nome apresentará a nova estrutura de nomenclatura. Assim, se se concentrar em qualquer mês anterior à alteração de nome e em qualquer mês da ou após a alteração de nome, verá duas entradas: uma entrada com a antiga estrutura de nomenclatura para os meses anteriores à alteração de nome e uma entrada com a nova estrutura de nomenclatura para os meses das ou após as alterações de nome. As alterações de nome irão afetar quatro elementos visuais predefinidos no dashboard “Usage Trend By Services” (Tendência de Utilização por Serviços), tal como mostram as figuras 1 e 2 abaixo.

Figura 1. Dashboard anterior às alterações de nome de Máquinas Virtuais do Azure em agosto, com os elementos visuais afetados realçados.

  • Caixa 1 - Categoria de Medidor: a Categoria de Medidor de Máquinas Virtuais não foi alterada. Outros serviços poderão ter uma nova Categoria de Medidor em outubro.
  • Caixa 2 - Custo por Data e Subcategoria do Medidor: os nomes de Subcategoria do Medidor foram alterados para Máquinas Virtuais em agosto. Outros serviços poderão ter uma nova Subcategoria de Medidor em outubro.
  • Caixa 3 - Produto: os nomes de Produto para Máquinas Virtuais foram alterados em agosto. Outros serviços poderão ter um novo nome de Produto e Unidade de Medida em outubro.
  • Caixa 4 - Custo por Data e Produto: os nomes de Produto para Máquinas Virtuais foram alterados em agosto. Outros serviços poderão ter um novo nome de Produto, Unidade de Medida e Região em outubro.

Figura 2. Dashboard posterior às alterações de nome de Máquinas Virtuais em agosto, com os elementos visuais afetados realçados.

 

Impactos do Microsoft Azure Consumption Insights

Se está a utilizar a versão mais recente do pacote de conteúdos, os novos nomes são apresentados para a utilização histórica e atual. Em agosto, poderá ser necessário modificar os elementos visuais que utilizam os campos seguintes para criar relatórios sobre a utilização de Máquinas Virtuais:

  • Subcategoria do Medidor
  • Nome de Medidor
  • Nome do Produto

Depois de serem feitas as alterações finais em outubro para todos os serviços do Azure, poderá ser necessário modificar os elementos visuais que utilizam os campos seguintes para criar relatórios sobre a utilização:

  • Categoria de Medidor
  • Subcategoria do Medidor
  • Nome de Medidor
  • Nome do produto
  • Unidade de Medida
  • Nome da Região

As alterações de nome irão afetar quatro elementos visuais predefinidos no dashboard “Usage Trend By Services” (Tendência de Utilização por Serviços), tal como mostram as figuras 3 e 4 abaixo.

Figura 3. Dashboard anterior às alterações de nome de Máquinas Virtuais em agosto, com os elementos visuais afetados realçados.

  • Caixa 1 - Categoria de Medidor: a Categoria de Medidor de Máquinas Virtuais não foi alterada. Outros serviços poderão ter uma nova Categoria de Medidor em outubro.
  • Caixa 2 - Custo por Data e Subcategoria do Medidor: os nomes de Subcategoria do Medidor foram alterados para Máquinas Virtuais em agosto. Outros serviços poderão ter uma nova Subcategoria de Medidor em outubro.
  • Caixa 3 - Produto: os nomes de Produto para Máquinas Virtuais foram alterados em agosto. Outros serviços poderão ter um novo nome de Produto e Unidade de Medida em outubro.
  • Caixa 4 - Custo por Data e Produto: os nomes de Produto para Máquinas Virtuais foram alterados em agosto. Outros serviços poderão ter um novo nome de Produto, Unidade de Medida e Região em outubro.

Figura 4. Dashboard posterior às alterações de nome de Máquinas Virtuais em agosto, com os elementos visuais afetados realçados.

 

Ajustar os relatórios no pacote de conteúdos do Microsoft Azure Consumption Insights

Após a implementação das alterações de nome em agosto para Máquinas Virtuais e, posteriormente, em outubro para todos os outros serviços do Azure, irá notar algumas diferenças no nível de granularidade reportado com elementos visuais predefinidos ou personalizados. Abaixo estão dois elementos visuais predefinidos que poderá querer modificar, consoante os seus requisitos de relatório.

1. 5 Principais Fatores de Utilização - Custo por Mês e Nome de Medidor

Antes da alteração de nome das Máquinas Virtuais em agosto, poderá ter visto um elemento visual semelhante ao da figura 5. Note que as Horas de Computação estão resumidas em todas as utilizações de Máquinas Virtuais.

Figura 5. Dashboard que mostra os Nomes de Medidor antes das alterações de nome.

Após a alteração de nome das Máquinas Virtuais, por predefinição, o tamanho de cada máquina virtual será reportado em separado em Nome de Medidor. Note que as Horas de Computação poderão continuar a ser discriminadas em separado se tiver utilização noutros recursos de computação, como os Serviços Cloud do Azure ou o HDInsight, até que as alterações de nome para estes serviços entrem em vigor em outubro.

Figura 6. Dashboard que mostra os Nomes de Medidor após as alterações de nome.

Se quiser resumir a utilização de máquinas virtuais, tem algumas opções à disposição. Terá de modificar os filtros para ver o top 5 de custo por mês.

Opção 1: agrupar por série de Máquinas Virtuais - Para agrupar por série de Máquinas Virtuais e sistema operativo (por exemplo, Série A Windows ou Série B), remova o Nome de Medidor da legenda no painel de Visualizações e substitua-o por Subcategoria do Medidor.

Figura 7. Dashboard modificado que mostra a utilização de máquinas virtuais agrupada por série (Subcategoria de Medidor) após as alterações de nome.

Opção 2: agrupar por Máquinas Virtuais - Para reportar a utilização de todas as Máquinas Virtuais, remova Nome de Medidor da legenda no painel de Visualizações e substitua-o por Categoria de Medidor.

Figura 8. Dashboard modificado que mostra a utilização de todas as Máquinas Virtuais agrupada por Categoria de Medidor após as alterações de nome.

2. Utilização por Serviços - Custo por Data e Subcategoria do Medidor

Antes da alteração de nome das Máquinas Virtuais em agosto, poderá ter visto um elemento visual semelhante ao da figura 9, onde são apresentadas as informações sobre o sistema operativo e o tamanho. 

Figura 9. Dashboard que mostra a Subcategoria do Medidor antes das alterações de nome.

Após a entrada em vigor da alteração de nome das Máquinas Virtuais, por predefinição, este relatório irá mostrar as informações sobre a série e o sistema operativo das Máquinas Virtuais (por exemplo, Série A Windows ou Série B), mas o tamanho da máquina virtual será agora reportado no campo Nome de Medidor. Note que os outros recursos de computação, como os Serviços Cloud ou o HDInsight, não terão as mesmas alterações aplicadas até outubro.

Figura 10. Dashboard que mostra a Subcategoria do Medidor após as alterações de nome.

Se quiser resumir a sua utilização de Máquinas Virtuais para este elemento visual por tamanho, remova a Subcategoria do Medidor da legenda no painel de Visualizações e substitua por Nome de Medidor.

Figura 11. Dashboard modificado que mostra a utilização de Máquinas Virtuais agrupada por tamanho (Nome de Medidor).

Se tiver dúvidas sobre estas alterações, contacte-nos.

  • Services