JÁ DISPONÍVEL

Atualização 19.10 para Azure Sphere já disponível

Data da publicação: 07 novembro, 2019

A versão prévia pública do Azure Sphere, versão 19,10, já está disponível por meio do feed de Varejo. A versão 19.10 inclui uma versão de qualidade do SO juntamente com um novo SDK do Azure Sphere que traz aprimoramentos significativos.

Modelo de autenticação e entrada do novo usuário. O SDK 19.10 é compatível com um novo modelo de autenticação de usuário que habilita RBAC (controle de acesso baseado em função). O RBAC tornará a autenticação mais simples e flexível, oferecendo suporte para entrada com qualquer conta Microsoft ou de trabalho/escola e permitindo que as organizações atribuam funções específicas a usuários individuais. Se você já usar o Azure Sphere, será necessário executar uma migração única para o novo modelo RBAC. Se você fizer parte de uma organização, será necessário planejar com cuidado a migração para evitar interrupções desnecessárias a outros usuários do Azure Sphere.  Para obter mais informações, confira a documentação online do SDK 19.10 do Azure Sphere: Sobre a migração.

O carregamento na nuvem dos aplicativos em dispositivos Azure Sphere é significativamente mais simples. O novo modelo de gerenciamento de nuvem facilita a criação de implantações e a organização de dispositivos. Você só terá que criar os produtos, os grupos de dispositivos e as implantações.  Você não precisará mais configurar também SKUs, feeds e conjuntos de imagens para seus aplicativos.  Para obter mais informações sobre o novo modelo de gerenciamento de nuvem, confira Noções básicas de implantação.

CMake por padrão. Por padrão, os aplicativos Azure Sphere agora são criados usando o CMake, um sistema de build multiplataforma que você pode usar para todo o seu desenvolvimento: para aplicativos de alto nível e aplicativos compatíveis em tempo real, bem como para desenvolvimento no Visual Studio ou na linha de comando. Todos os aplicativo de exemplo do Azure Sphere também foram atualizados para usar o CMake. O SDK continuará a oferecer suporte a projetos existentes (baseados em MSBuild e vcxproj), mas eles não serão mais compatíveis em uma versão posterior.  Essa alteração – para usar o CMake por padrão – prepara o caminho para futuras versões prévias do SDK do Azure Sphere para Linux e a extensão do Azure Sphere para Visual Studio Code.

O SDK para Visual Studio é otimizado para o Visual Studio 2019, que oferece suporte bastante aprimorado para o CMake, além de outros aprimoramentos. O Visual Studio 2017 não será mais compatível em uma versão subsequente do SDK, de modo que recomendamos a todos os usuários atualizar para o Visual Studio 2019.

Confira as Novidades para obter mais informações.

O Azure Sphere mantém dois feeds de atualização na nuvem: o SO Azure Sphere para Varejo e o SO Azure Sphere para Avaliação de Varejo. O feed de varejo oferece um SO pronto para produção e destina-se à ampla implantação nas instalações do usuário final. O feed de Avaliação de Varejo oferece o novo sistema operacional por 14 dias antes do lançamento no feed de Varejo. Isso se destina ao teste de compatibilidade com versões anteriores.

Visite o site do Azure Sphere para obter a documentação e mais informações sobre como começar a usar o Azure Sphere. Para solicitar uma reunião sobre o Azure Sphere com um representante da Microsoft, entre em contato conosco.

  • Azure Sphere
  • Operating System
  • SDK and Tools

Produtos relacionados