Ignorar Navegação

Gestão de API do Azure, atualização de 4 de abril

Data de publicação: 05 abril, 2019

A 4 de abril, iniciámos uma atualização regular do serviço Gestão de API do Azure. A atualização inclui as seguintes correções de erros, alterações e novas funcionalidades:

  • Agora, pode atualizar a propriedade isBuffered de um Logger através da chamada ao Logger PUT ou defini-la através dos modelos do ARM.

  • Já pode remover a Identidade de Serviço Gerida associada a um serviço através da chamada de serviço PATCH com o campo "identity": { "type": "None" }.

  • Agora, pode aplicar a política CORS a todos os âmbitos.
  • O ficheiro de especificação de OpenAPI apresentará o parâmetro requestBody apenas se o mesmo estiver especificado. Antes, requestBody era um objeto vazio {}, até para os pedidos HEAD ou OPTIONS.
  • Corrigimos um erro de política de quota, o qual causava a utilização elevada da CPU.
  • Corrigimos um erro de sincronização da configuração, o qual poderia causar respostas de 404 Não Encontrado intermitentes relativamente às APIs e operações existentes.
  • Já pode criar um utilizador com um estado "pendente" com a chamada à API REST.
  • Os novos utilizadores registados já não precisam de reintroduzir a palavra-passe ao clicarem numa ligação de confirmação de um e-mail.
  • As novas restrições aplicam-se ao criar uma revisão através da chamada à API PUT:
    • Todas as revisões da API devem ter os mesmos parâmetros: Name, Path, Description, Protocols, ApiVersion, ApiVersionDescription e ApiVersionSetId.

    • Estas propriedades podem ser alteradas apenas relativamente à revisão atual, sendo que as alterações serão propagadas para todas as outras revisões da API.

Agora, implementamos atualizações gradualmente. Normalmente, demora uma semana ou mais até que todas as instâncias de serviço ativas recebam as atualizações.

  • Gestão de API
  • Features

Produtos Relacionados