JÁ DISPONÍVEL

Suporte do SQL Server Data Tools para o nível de compatibilidade 1500

Data da publicação: 04 outubro, 2019

Temos o prazer de anunciar que o SSDT (SQL Server Data Tools) para Analysis Services agora é compatível com modelos de tabela com nível de compatibilidade 1500. O nível de compatibilidade 1500 é necessário para aproveitar os recursos mais recentes dos modelos de tabela no Azure Analysis Services. É possível baixar o VSIX do SSDT para Visual Studio mais recente no VS Marketplace.

Para criar um projeto de modelo de tabela no SSDT, especifique o nível de compatibilidade 1500 na criação do projeto. Também é possível atualizar um projeto tabular existente para 1500 na janela de propriedades do arquivo BIM.

Grupos de cálculo

Os grupos de cálculo abordam o problema de proliferação de medidas nos modelos de BI complexos normalmente causados por cálculos comuns, como inteligência de dados temporais. Os modelos do Analysis Services são reutilizados por organizações de grande porte para que possam crescer em escala e em complexidade.

Veja o link para a página da documentação oficial dos grupos de cálculo: https://aka.ms/CalculationGroups. Ele contém exemplos detalhados para inteligência de dados temporais, conversão de moeda, formatos de medidas dinâmicas e como definir a propriedade de precedência para vários grupos de cálculo em um único modelo. Planejamos manter esse artigo atualizado à medida que aprimoramos os grupos de cálculo e os cenários abordados.

Para criar um grupo de cálculo para um modelo de tabela no SSDT, vá para o Gerenciador de Modelos Tabular e clique com o botão direito do mouse na pasta Grupos de Cálculo. Em seguida é possível adicionar itens de cálculo e definir suas expressões no Editor do DAX.

<p">Propriedades do item de cálculo

 

Use a propriedade Ordinal para controlar a ordem dos itens de cálculo. Para esse fim é necessário adicionar uma segunda coluna e usá-la como classificação por coluna, que é definida automaticamente após a criação da 2ª coluna.

Relações muitos para muitos

As relações M2M (muitos para muitos) permitem relações entre tabelas nas quais as colunas são não exclusivas. Uma relação pode ser definida entre uma tabela de fatos e dimensões em uma granularidade maior que a coluna de chave da dimensão. Isso evita a necessidade de normalizar tabelas de dimensões e pode melhorar a experiência do usuário, pois o modelo resultante tem uma pequena quantidade de tabelas com colunas agrupadas logicamente.

Relações M2M

</p">
  • Analysis Services do Azure
  • Features

Produtos relacionados