JÁ DISPONÍVEL

Recuperação Após Desastre disponível no Event Grid

Data de publicação: 29 maio, 2019

O Event Grid tem agora recuperação após desastre geográfica (GeoDR) automática de metadados, aplicável a todos os Domínios, Tópicos e Subscrições de Eventos, não apenas para novos. Isto significa que, caso uma região do Azure seja completamente interrompida, o serviço Event Grid já terá todos os seus metadados da infraestrutura de eventos sincronizados com uma região emparelhada e os eventos novos começarão a fluir novamente sem intervenção necessária, evitando a interrupção do serviço.

Geralmente, a recuperação após desastre é medida com duas métricas:

A ativação pós-falha automática do Event Grid tem quatro RPOs e RTOs para os metadados (subscrições de eventos, etc.) e dados (eventos). Se precisar de uma especificação diferente face à seguinte, pode sempre implementar a sua própria ativação pós-falha do lado do cliente com as APIs de estado de funcionamento de tópicos.

  • RPO de metadados: Zero minutos. Leu bem! Sempre que é criado um recurso no Event Grid, o mesmo é replicado imediatamente em todas as regiões. Em caso de ativação pós-falha, não se perdem metadados.
  • RTO de metadados: Embora geralmente ocorra muito mais depressa, em 60 minutos, o Event Grid começará a aceitar chamadas para criar/atualizar/eliminar relativamente a tópicos e subscrições.
  • RPO de dados: Se o seu sistema estiver em bom estado de funcionamento e tiver apanhado o tráfego existente no momento da ativação pós-falha regional, o RPO para eventos será de cinco minutos.

RTO de dados: Tal como os metadados, geralmente acontece muito mais depressa. Contudo, ao fim de 60 minutos, o Event Grid começará a aceitar tráfego novo após uma ativação pós-falha regional.

Saiba mais no blogue do Azure

  • Event Grid
  • Features
  • Management
  • Services
  • Security

Produtos Relacionados