Ignorar Navegação

Registos do Azure Monitor - Implementação da limitação de consultas de simultaneidade

Data de publicação: 30 abril, 2020

Para garantir que os Registos do Azure Monitor proporcionarão uma experiência consistente para todos os utilizadores, está a ser implementado um novo limite de simultaneidade. Isto ajudará a proteger contra utilizadores que enviam um número excessivo de consultas ao mesmo tempo, o que pode potencialmente sobrecarregar os recursos do sistema e comprometer a capacidade de resposta. Alguns utilizadores irão experienciar isto imediatamente, outros dentro de um ou dois meses à medida que a implementação for sendo concluída. Estes limites são concebidos para limitar apenas cenários de utilização extremos e não devem ser relevantes para uma utilização típica. 

Se já houver cinco consultas em execução para qualquer utilizador, quaisquer novas consultas serão colocadas numa fila de simultaneidade por utilizador. Quando uma das consultas em execução terminar, a consulta seguinte será retirada da fila e iniciada. Isto não inclui consultas de regras de alerta.

Se uma consulta estiver na fila por mais de 2,5 minutos sem ser iniciada, será terminada com uma resposta de erro HTTP com o código 429. 

Assim que o número de consultas na fila atingir 40, quaisquer consultas adicionais serão rejeitadas com um código de erro HTTP 429. Isto para além das cinco consultas que podem ser executadas simultaneamente.

Se as suas consultas forem limitadas pelos novos limites:

  • Otimize as suas consultas de registo.
  • Os dashboards e os livros podem conter múltiplas consultas numa única vista que geram um grande fluxo de consultas sempre que são carregados ou atualizados. Considere dividi-los em várias vistas carregadas a pedido.
  • No Power BI, considere extrair apenas resultados agregados em vez de registos não processados.

Saiba mais.

  • Azure Monitor
  • Features

Produtos Relacionados