O ponto de extremidade público para o tráfego de dados está disponível mundialmente para a Instância Gerenciada do Banco de Dados SQL do Azure

Postado em segunda-feira, 24 de junho de 2019

O ponto de extremidade público para a Instância Gerenciada do Banco de Dados SQL do Azure permite conectar-se com a Instância Gerenciada do Banco de Dados SQL do Azure pela Internet e é apenas para o tráfego de dados (TDS). O ponto de extremidade público para dados pode coexistir com o ponto de extremidade privado na instância gerenciada.
 
O ponto de extremidade público para a instância gerenciada pode ser habilitado no momento da criação da instância gerenciada ou, após a criação dessa instância, pode ser gerenciado por meio do portal do Azure, do PowerShell e da CLI. A habilitação do ponto de extremidade público segue os princípios de segurança de SoD (separação de funções) para empresas e é um processo de duas etapas. Esse processo requer uma pessoa com permissões de administrador da instância gerenciada para habilitar o ponto de extremidade público na primeira etapa. A habilitação do ponto de extremidade público não expõe o tráfego de dados para a Internet até uma pessoa com permissões de administrador de rede abrir uma porta adequada para a Internet e definir as regras de segurança exigidas pela empresa.
 
Esse recurso dá às empresas novos cenários de integração, como a integração com o Power BI de serviços do Azure multilocatários, o Serviço de Aplicativo do Azure, o CRM, o DWH e diversos outros serviços na Internet.
 
Para configurar o ponto de extremidade público para a instância gerenciada, confira Configurar pontos de extremidade públicos na Instância Gerenciada do Banco de Dados SQL do Azure.
  • Banco de dados SQL do Azure
  • Instância Gerenciada
  • Features

Comentários relacionados

Confira os comentários relacionados de clientes do Azure