JÁ DISPONÍVEL

A nova configuração de governança para cache é atualizada com o Azure Analysis Services

Data da publicação: 25 abril, 2019

As ferramentas de consumo e visualização de dados no Azure Analysis Services ocasionalmente armazenam caches de dados para aprimorar a interatividade de relatório dos usuários. Por exemplo, o serviço do Power BI armazena em cache os dados de bloco do dashboard e os dados do relatório para carregamento inicial dos relatórios do Live Connect.

As implantações corporativas de BI nas quais os modelos semânticos são reutilizados nas organizações podem ser ideais para dashboards e relatórios que obtêm dados de um único modelo do Analysis Services. Isso pode resultar em uma quantidade excessiva de consultas de cache sendo enviadas ao Analysis Services. Em casos extremos, o servidor poderá ficar sobrecarregado.

Isso é especialmente relevante para o Azure Analysis Services (em oposição ao SQL Server Analysis Services local). Os modelos são frequentemente colocalizados na mesma região que a capacidade do Power BI para tempos mais rápidos de resposta a consultas, então eles podem não se beneficiar muito do armazenamento em cache.

A nova propriedade ClientCacheRefreshPolicy permite que a equipe de TI ou o profissional de Analysis Services substitua esse comportamento no nível do servidor do Azure Analysis Services e desabilite as atualizações automáticas de cache. Todos os dashboards e os relatórios do Power BI Live Connect seguirão a configuração independentemente das configurações no nível do conjunto de dados ou do workspace do Power BI no qual residem. Para mais informações sobre como usar essa propriedade, consulte a página de propriedades do servidor do Analysis Services.

  • Analysis Services do Azure
  • Features

Produtos relacionados