O Serviço de Contêiner do Azure será desativado em 31 de janeiro de 2020

Data da publicação: 05 dezembro, 2018

Em 2017, introduzimos o AKS (Serviço de Kubernetes do Azure) para simplificar o gerenciamento, a implantação e as operações do Kubernetes. Como substitui totalmente as funcionalidades do ACS (Serviço de Contêiner do Azure) para o Kubernetes, o ACS será desativado como serviço independente no dia 31 de janeiro de 2020.

Se você usa o orquestrador do Kubernetes, migre para o AKS até o dia 31 de janeiro de 2020. Recomendamos que você migre o quanto antes para aproveitar os seguintes aprimoramentos de recursos:

·     Implantação simplificada de clusters do Kubernetes gerenciado no Azure.

·     Complexidade e sobrecargas operacionais reduzidas para o gerenciamento do Kubernetes.

·     Tarefas críticas, como o monitoramento e a manutenção da integridade, gerenciadas pelo AKS.

Se você usa o ACS com o Docker ou o DC/SO, migre para um dos modelos de solução recomendados abaixo.

Como isso afetará você

A partir de 31 de janeiro de 2020, todas as APIs do ACS serão bloqueadas. Além disso, você não poderá mais criar novos clusters nem atualizar ou dimensionar os clusters existentes usando o portal, a CLI ou os modelos do Resource Manager. No entanto, você ainda poderá listar e excluir clusters existentes usando essas ferramentas de cliente. Embora os clusters existentes e os aplicativos executados neles devam continuar funcionando após 31 de janeiro de 2020, não haverá suporte técnico disponível nem melhorias de recurso.

O projeto acs-engine usado para criar clusters de orquestradores de contêineres não gerenciados também foi preterido e não será mais objeto de desenvolvimento ativo. Em vez disso, migramos a parte do Kubernetes desse projeto para um novo repositório, aks-engine e continuaremos com o trabalho de software livre para, dele, dar suporte ao Kubernetes no Azure. Assim como no caso do ACS, os clusters existentes implantados por meio do acs-engine devem continuar em execução, e o aks-engine oferecerá compatibilidade com versões anteriores para operações de escala e atualização. Para novos clusters, encorajamos você a passar a usar o aks-engine.

Ação recomendada

Migre do ACS para uma das opções a seguir até 31 de janeiro de 2020:

Se você usa o ACS com o Kubernetes, migre para o Serviço de Kubernetes do Azure ou para o projeto de software livre do aks-engine.

Se você usa o ACS com o Docker, migre para o modelo de solução Básico ou Standard/Avançado do Docker Enterprise Edition for Azure.

Se você usa o ACS com DC/SO, migre para o modelo de solução Mesosphere DC/SO Enterprise ou Mesosphere DC/SO Open Source.

Ainda tem alguma pergunta? Contate-nos.

  • Serviço de Contêiner do Azure
  • AKS (Serviço de Kubernetes do Azure)
  • Retirements