Ignorar Navegação

Introdução ao Azure no Licenciamento Open

Se tiver comprado créditos do Azure no Open junto de um revendedor, selecione uma das opções de resgate seguintes para utilizar os seus serviços do Azure.

Nova subscrição

Ativar uma subscrição nova com os seus créditos

Ativar

Subscrição existente

Adicione mais créditos do Azure a subscrições do Azure no Licenciamento Open

Adicionar créditos

Comprar o Azure através do seu revendedor

O Microsoft Azure oferece um meio rápido e simples de colocar os benefícios da cloud ao serviço do seu negócio, o que se traduz, por exemplo, na redução de custos em termos de TI e no aumento ou redução horizontal em função das suas necessidades. Agora, já pode comprar o Azure através do programa de Licenciamento Open, que proporciona um método simples e flexível de comprar serviços cloud junto do seu revendedor Microsoft.

Uma opção de compra prática e familiar

Muitas pequenas e médias empresas recorrem ao Licenciamento Open da Microsoft para fazer as suas compras. Agora, passam a ter o Azure disponível através dos mesmos programas práticos como qualquer outro software da Microsoft.

Começar

É muito fácil começar a trabalhar com o Azure. Contacte o seu parceiro da Microsoft e conheça todos os benefícios que a cloud pode proporcionar ao seu negócio. Precisa de encontrar um parceiro? Visite o Microsoft Pinpoint para começar hoje mesmo.

É um parceiro da Microsoft?

O Azure no Licenciamento Open proporciona uma excelente forma de fazer crescer o seu negócio na cloud com uma opção de licenciamento familiar e que lhe permite adicionar serviços cloud juntamente com as suas outras soluções no local com toda a simplicidade. Assistimos atualmente a uma verdadeira explosão de oportunidades na cloud, em que 35% dos negócios que envolvem o Azure têm origem em parceiros iguais a si. Visite a página Introdução para saber mais sobre como participar nesta oportunidade. Também pode encontrar informações adicionais para parceiros no Centro de Marketing para Parceiros, incluindo uma calculadora de preços exclusiva para o Licenciamento Open.

É fácil. Saiba como funciona já a seguir

O utilizador compra créditos de Pré-pagamento do Azure junto do seu revendedor sob a forma de uma Chave de Ativação de Serviço Online (OSA). Estes créditos podem ser utilizados em qualquer serviço do Azure baseado no consumo durante os 12 meses que se seguem à ativação da Chave OSA. Os preços do Azure são específicos dos serviços consumidos. Veja a lista completa dos Serviços Azure disponíveis para Pré-pagamentos do Azure e os preços detalhados aqui.

Os créditos dos Serviços Azure são resgatados em intervalos de, aproximadamente, o equivalente a $100 por unidade comprada. Consulte o montante equivalente de crédito dos Serviços Azure por unidade comprada consoante a moeda utilizando o seletor de moeda. A tabela a seguir mostra a lista de moedas que podem ser utilizadas para comprar o Azure.
País/Região Moeda de faturação
Afeganistão Estados Unidos – Dólar ($) USD
Albânia Estados Unidos – Dólar ($) USD
Argélia Estados Unidos – Dólar ($) USD
Angola Estados Unidos – Dólar ($) USD
Argentina Estados Unidos – Dólar ($) USD
Arménia Estados Unidos – Dólar ($) USD
Austrália Austrália – Dólar ($) AUD
Áustria Zona Euro – Euro (€) EUR
Azerbaijão Estados Unidos – Dólar ($) USD
Baamas Estados Unidos – Dólar ($) USD
Bahrain Estados Unidos – Dólar ($) USD
Bangladeche Estados Unidos – Dólar ($) USD
Barbados Estados Unidos – Dólar ($) USD
Bielorrússia Estados Unidos – Dólar ($) USD
Bélgica Zona Euro – Euro (€) EUR
Belize Estados Unidos – Dólar ($) USD
Bermudas Estados Unidos – Dólar ($) USD
Bolívia Estados Unidos – Dólar ($) USD
Bósnia e Herzegovina Estados Unidos – Dólar ($) USD
Botsuana Estados Unidos – Dólar ($) USD
Brasil Brasil – Real (R$) BRL
Brunei Darussalam Estados Unidos – Dólar ($) USD
Bulgária Zona Euro – Euro (€) EUR
República de Cabo Verde Estados Unidos – Dólar ($) USD
Camarões Estados Unidos – Dólar ($) USD
Canadá Canadá – Dólar ($) CAD
Ilhas Caimão Estados Unidos – Dólar ($) USD
Chile Estados Unidos – Dólar ($) USD
Colômbia Estados Unidos – Dólar ($) USD
República do Congo Estados Unidos – Dólar ($) USD
Costa Rica Estados Unidos – Dólar ($) USD
Costa do Marfim (Côte d’Ivoire) Estados Unidos – Dólar ($) USD
Croácia Zona Euro – Euro (€) EUR
Curaçao Estados Unidos – Dólar ($) USD
Chipre Zona Euro – Euro (€) EUR
República Checa Zona Euro – Euro (€) EUR
Dinamarca Dinamarca – Coroa (kr) DKK
República Dominicana Estados Unidos – Dólar ($) USD
Equador Estados Unidos – Dólar ($) USD
Egito Estados Unidos – Dólar ($) USD
El Salvador Estados Unidos – Dólar ($) USD
Estónia Zona Euro – Euro (€) EUR
Etiópia Estados Unidos – Dólar ($) USD
Ilhas Faroé Dinamarca – Coroa (kr) DKK
Fiji Austrália – Dólar ($) AUD
Finlândia Zona Euro – Euro (€) EUR
França Zona Euro – Euro (€) EUR
Geórgia Estados Unidos – Dólar ($) USD
Alemanha Zona Euro – Euro (€) EUR
Gana Estados Unidos – Dólar ($) USD
Grécia Zona Euro – Euro (€) EUR
Guatemala Estados Unidos – Dólar ($) USD
Honduras Estados Unidos – Dólar ($) USD
RAE de Hong Kong Estados Unidos – Dólar ($) USD
Hungria Zona Euro – Euro (€) EUR
Islândia Zona Euro – Euro (€) EUR
Índia Índia – Rupia (₹) INR
Indonésia Estados Unidos – Dólar ($) USD
Iraque Estados Unidos – Dólar ($) USD
Irlanda Zona Euro – Euro (€) EUR
Israel Estados Unidos – Dólar ($) USD
Itália Zona Euro – Euro (€) EUR
Jamaica Estados Unidos – Dólar ($) USD
Japão Japão – Iene (¥) JPY
Jordânia Estados Unidos – Dólar ($) USD
Cazaquistão Estados Unidos – Dólar ($) USD
Quénia Estados Unidos – Dólar ($) USD
Coreia Coreia do Sul – Won (₩) KRW
Kuwait Estados Unidos – Dólar ($) USD
Quirguistão Estados Unidos – Dólar ($) USD
Letónia Zona Euro – Euro (€) EUR
País/Região Moeda de faturação
Líbano Estados Unidos – Dólar ($) USD
Líbia Estados Unidos – Dólar ($) USD
Liechtenstein Suíça – Franco (chf) CHF
Lituânia Zona Euro – Euro (€) EUR
Luxemburgo Zona Euro – Euro (€) EUR
RAE de Macau Estados Unidos – Dólar ($) USD
Macedónia do Norte Estados Unidos – Dólar ($) USD
Malásia Estados Unidos – Dólar ($) USD
Malta Zona Euro – Euro (€) EUR
Maurícia Estados Unidos – Dólar ($) USD
México Estados Unidos – Dólar ($) USD
Moldova Estados Unidos – Dólar ($) USD
Mónaco Zona Euro – Euro (€) EUR
Mongólia Estados Unidos – Dólar ($) USD
Montenegro Estados Unidos – Dólar ($) USD
Marrocos Estados Unidos – Dólar ($) USD
Namíbia Estados Unidos – Dólar ($) USD
Nepal Estados Unidos – Dólar ($) USD
Países Baixos Zona Euro – Euro (€) EUR
Nova Zelândia Nova Zelândia – Dólar ($) NZD
Nicarágua Estados Unidos – Dólar ($) USD
Nigéria Estados Unidos – Dólar ($) USD
Noruega Noruega – Coroa (kr) NOK
Omã Estados Unidos – Dólar ($) USD
Paquistão Estados Unidos – Dólar ($) USD
Autoridade Palestiniana Estados Unidos – Dólar ($) USD
Panamá Estados Unidos – Dólar ($) USD
Paraguai Estados Unidos – Dólar ($) USD
Peru Estados Unidos – Dólar ($) USD
Filipinas Estados Unidos – Dólar ($) USD
Polónia Zona Euro – Euro (€) EUR
Portugal Zona Euro – Euro (€) EUR
Porto Rico Estados Unidos – Dólar ($) USD
Catar Estados Unidos – Dólar ($) USD
Roménia Zona Euro – Euro (€) EUR
Rússia Rússia – Rublo (руб) RUB
Ruanda Estados Unidos – Dólar ($) USD
São Cristóvão e Neves Estados Unidos – Dólar ($) USD
Arábia Saudita Estados Unidos – Dólar ($) USD
Senegal Estados Unidos – Dólar ($) USD
Sérvia Estados Unidos – Dólar ($) USD
Singapura Estados Unidos – Dólar ($) USD
Eslováquia Zona Euro – Euro (€) EUR
Eslovénia Zona Euro – Euro (€) EUR
África do Sul Estados Unidos – Dólar ($) USD
Espanha Zona Euro – Euro (€) EUR
Sri Lanka Estados Unidos – Dólar ($) USD
Suécia Suécia – Coroa (kr) SEK
Suíça Suíça – Franco (chf) CHF
Taiwan Taiwan – Dólar (NT$) TWD
Tajiquistão Estados Unidos – Dólar ($) USD
Tanzânia Estados Unidos – Dólar ($) USD
Tailândia Estados Unidos – Dólar ($) USD
Trinidad e Tobago Estados Unidos – Dólar ($) USD
Tunísia Estados Unidos – Dólar ($) USD
Turquia Estados Unidos – Dólar ($) USD
Turquemenistão Estados Unidos – Dólar ($) USD
Uganda Estados Unidos – Dólar ($) USD
Ucrânia Estados Unidos – Dólar ($) USD
Emirados Árabes Unidos Estados Unidos – Dólar ($) USD
Reino Unido Reino Unido – Libra (£) GBP
Estados Unidos Estados Unidos – Dólar ($) USD
Uruguai Estados Unidos – Dólar ($) USD
Usbequistão Estados Unidos – Dólar ($) USD
Venezuela Estados Unidos – Dólar ($) USD
Vietname Estados Unidos – Dólar ($) USD
Ilhas Virgens dos Estados Unidos Estados Unidos – Dólar ($) USD
Iémen Estados Unidos – Dólar ($) USD
Zâmbia Estados Unidos – Dólar ($) USD
Zimbabué Estados Unidos – Dólar ($) USD

*O valor do crédito do Azure não inclui os impostos pagos no momento da compra

Adicionar créditos à sua subscrição

Pode adicionar créditos às suas subscrições do Azure no Open em qualquer altura através do seu parceiro, utilizando o mesmo método de compra seguido originalmente. Esses créditos são utilizados de acordo com o princípio da sequencialidade ("first in, first out") e cada compra deve ser utilizada no espaço de 12 meses após a ativação.

Caso esteja em risco de esgotar os créditos antes de voltar a encomendar créditos adicionais através do seu parceiro, pode utilizar um cartão de crédito para adicionar créditos às suas subscrições. Para tal, basta selecionar a subscrição a que pretende adicionar créditos no portal de faturação e utilização. Nesta página, selecione a opção "Adicionar Créditos" e, em seguida, selecione a opção de cartão de crédito, sob "Método".

Note que esta funcionalidade não se encontra disponível nos seguintes países:

  • Azerbaijão
  • Bielorrússia
  • Brasil
  • Canadá
  • Japão
  • Cazaquistão
  • Coreia
  • Rússia
  • Taiwan
  • Ucrânia

Obter suporte

Contacte o seu revendedor para obter suporte técnico ou submeta um pedido de suporte técnico online através do portal clássico do Microsoft Azure. Os problemas relativos a subscrições e faturação não requerem um contrato de suporte. No entanto, os problemas técnicos/brcom garantia de reparação e assistência requerem um plano de suporte do Azure, vendido à parte.

Para obter detalhes sobre os planos de suporte disponíveis, visite a página Planos de Suporte do Azure.

Perguntas Mais Frequentes (FAQ)

  • Os preços do Azure são específicos dos serviços consumidos. Os preços detalhados dos serviços do Azure estão disponíveis em https://azure.microsoft.com/pricing/.

  • Os preços do Azure têm por base o consumo em função do serviço específico utilizado. Por exemplo, os preços do serviço Azure Backup diferem quando comparados com os de armazenamento base do Azure, já que esse serviço inclui funções adicionais como a compressão de cópias de segurança, a encriptação de dados e a largura de banda necessária para restaurar cópias de segurança.

  • O Azure no Licenciamento em Volume Open oferece aos clientes uma nova opção de compra de Serviços do Azure junto do respetivo Parceiro da Microsoft. Os clientes compram SKUs do Azure através dos Programas de Licenciamento em Volume Open, Open Value ou Open Value Subscription. As compras da modalidade Azure no Open são válidas durante 12 meses após a ativação, devendo esta ser efetuada num período de cinco anos após a data de compra.

    Os SKUs são fornecidos sob a forma de uma Chave de Ativação de Serviço Online (OSA), que um revendedor compra a um distribuidor para depois vender a um cliente. A compra integral será emitida numa única chave OSA, salvo especificação em contrário no momento da compra.

    Quando uma encomenda é processada, a chave OSA pode ser obtida a partir do Centro de Serviços de Licenciamento em Volume e ativada no Portal de Contas do Azure em https://aka.ms/azureinopen.

  • Antes de agosto de 2014, os clientes dispunham de duas opções para comprar o Azure: através do site azure.microsoft.com ou como parte de um contrato Enterprise Agreement (EA) celebrado com a Microsoft. Com esta alteração, o Azure vai passar a estar disponível através de outra opção de licenciamento familiar que oferece os benefícios do Licenciamento em Volume da Microsoft.

    Um dos principais benefícios inerentes à compra do Azure no Licenciamento Open consiste na capacidade de os clientes trabalharem com os mesmos revendedores junto dos quais já fazem as suas compras ao abrigo de Programas de Licenciamento em Volume Open — o que lhes permite tirar o máximo partido dos serviços e conhecimentos por eles disponibilizados, bem como obter ajuda na gestão das suas contas.

  • Se procura um revendedor para o ajudar na compra da oferta Azure no Open, visite o site Microsoft Pinpoint.

  • A modalidade Azure no Open está disponível nos países onde existam parceiros do programa de Licenciamento em Volume Open e que forneçam a subscrição Azure Direct. Visite esta página para verificar se o licenciamento em volume Open está disponível no seu país.

  • No Azure Marketplace, os clientes de Licenciamento Open podem transacionar todas as ofertas ’’traga a sua própria licença’’ (BYOL, bring-your-own-license) e terão de associar uma nova subscrição a um cartão de crédito para obter ofertas baseadas na utilização. Alguns serviços do Azure podem ser comprados através de Licenciamento Open sob a forma de licenças por utilizador, por períodos de um ano, em separado. O Azure Active Directory Basic e Premium, bem como o Enterprise Mobility Suite (EMS), constituem exemplos de uma licença por utilizador, sendo comprados anualmente e em separado.

    Alguns serviços não estão disponíveis em todas as localizações de datacenters. Pode ver os serviços disponibilizados em cada datacenter aqui.

  • O Azure Government é uma cloud comunitária do setor público concebida especificamente para satisfazer as necessidades do governo dos E.U.A., com localização numa rede e datacenter fisicamente isolados no território continental dos Estados Unidos. Atualmente, não é possível utilizar a modalidade Azure no Open para obter serviços da Nuvem Azure Government.

  • Não, o Azure no programa Open não oferece quaisquer benefícios em termos de rollover para períodos futuros. Os clientes têm um prazo concreto para "utilizar ou perder" os benefícios inerentes à sua compra, prazo este que expira 12 meses após a data de ativação. Se um cliente tiver ativado várias Chaves OSA em momentos diferentes, cada uma delas terá uma data de expiração em separado, com base na respetiva data de ativação.

  • A associação de uma subscrição Azure no Open a um EA fará com que quaisquer créditos não consumidos do Azure no Licenciamento Open sejam perdidos. Antes de associar uma conta Azure no Open a um EA, consulte a documentação relevante do EA do Azure. Para evitar qualquer perda potencial de créditos, é recomendado que os clientes consumam todos os créditos numa subscrição Azure no Open antes de adicionar a conta ao respetivo EA.

  • O portal de gestão é utilizado para configurar e utilizar serviços do Azure. O portal de utilização e faturação é utilizado no controlo das subscrições do Azure para consultar informações sobre a utilização, o consumo e o saldo. É também o local onde pode atualizar os detalhes da conta. O portal de pré-visualização combina estas informações e pode ser utilizado alternadamente com os restante portais. Obtenha acesso aos três serviços em https://azure.microsoft.com/account/.

  • Os clientes utilizam o portal clássico do Microsoft Azure para lidar com a administração de domínios, utilizadores finais, subscrições e coadministradores. Os clientes podem também optar por entregar a gestão das respetivas contas a um parceiro da Microsoft ou partilhar a gestão com um parceiro.

  • Os clientes que criaram uma conta do Azure antes de 14 de julho de 2014 no âmbito de qualquer tipo de oferta (incluindo versões de avaliação do Azure e Office 365) devem criar uma conta do Azure nova com um endereço de e-mail diferente para criar uma subscrição de Azure no Open.

  • Para gerirem uma conta de cliente, os revendedores têm de colaborar com os clientes no sentido de serem adicionados como coadministradores na conta. Este passo é configurado na secção de "definições" do portal de gestão. Depois disso, os revendedores já podem iniciar sessão no portal de cliente para monitorizar e gerir a conta.

  • Além de poder iniciar sessão na conta para ver o saldo e o consumo, ser-lhe-á enviada automaticamente uma notificação por e-mail quando o saldo dos seus tokens atingir 30% do valor inicial. Com a funcionalidade dos Alertas de Faturação, também pode criar até cinco alertas configuráveis que o irão notificar por e-mail quando os restantes créditos de subscrição atingirem a quantia configurada. Cada alerta pode ser enviado para dois endereços de e-mail. Os alertas são criados ao nível da subscrição, podem ser acedidos no portal de utilização e faturação no separador destinado aos "alertas" e estão descritos detalhadamente a seguir.

    Alertas de Faturação do Azure no Open:

    • Crédito Restante do Token: o saldo restante do token é menor ou igual a 30% do saldo inicial do token.
    • Validade do Token: 30 dias até à data de expiração do token. Após a data de expiração, o crédito não utilizado será perdido.
    • Crédito Restante da Subscrição: o crédito total restante da subscrição é menor ou igual ao montante configurado.
  • Caso uma subscrição do Azure no Open atinja um saldo igual a zero, os serviços serão suspensos. Os dados ficarão retidos durante 90 dias, sendo os serviços restabelecidos assim que forem adicionados fundos à subscrição. No entanto, poderá ser necessário reimplementar alguns dos serviços.

  • Os clientes podem contactar diretamente os parceiros ou submeter um pedido de suporte online através do portal clássico do Microsoft Azure. Os problemas relativos a subscrições e faturação não requerem um contrato de suporte. No entanto, se estiverem em causa problemas técnicos/brcom garantia de reparação e assistência será necessário ter um plano de suporte Azure, que pode ser comprado com um cartão de crédito. Para obter suporte da Microsoft, utilize as seguintes ligações:

  • Todas as cargas de trabalho do Azure diferem entre si, pelo que têm de ser avaliadas pela equipa de Suporte à Faturação para determinar se é possível suportar a transição.