Ignorar Navegação

Preços de Data Lake Analytics

Serviço de tarefas de análise a pedido para potenciar ações inteligentes

O Azure Data Lake Analytics é o primeiro serviço de análise baseado em tarefas sem servidor na cloud onde pode facilmente desenvolver e executar programas de transformação e processamento de dados paralelos em massa em U-SQL, R, Python e .Net em petabytes de dados. Sem infraestrutura para gerir, pode processar os dados a pedido, dimensionar imediatamente e pagar apenas por tarefa.

Detalhes dos Preços

Pay As You Go

Pay As You Go permite-lhe pagar ao segundo, sem compromissos a longo prazo.

Utilização Preço
Unidades de Análise $-/hora

Pacotes de Alocação Mensal

Os pacotes de alocação mensal oferecem-lhe um desconto significativo (até 74%), comparado com os preços de Pay As You Go.

Horas de Unidade de Análise incluídas Preço/Mês Poupanças acima de Pay As You Go
100 $-
500 $-
1 000 $-
5 000 $-
10 000 $-
50 000 $-
100 000 $-
> 100 000 Contacte-nos

A utilização em excesso numa Hora de Unidade de Análise será cobrada a $-/Hora.

Suporte e SLA

  • Faturação gratuita e suporte à gestão da subscrição.
  • Planos de apoio flexíveis a partir de $29/mês. Comprar um plano
  • 99,9% de tempo de atividade garantido para o Azure Data Lake Analytics. Ler o SLA

FAQ

  • Uma Unidade do Azure Data Lake Analytics Unit, ou UA, é uma unidade de computação disponibilizada para a sua tarefa U-SQL. Cada UA dá acesso à tarefa a um conjunto de recursos subjacentes, como a CPU e a memória. Saiba mais sobre as UAs

  • Quando cria uma tarefa, deve alocar UAs para que a tarefa seja executada. Uma tarefa irá passar por quatro fases principais: preparação, colocação em fila, execução e finalização e entrará em execução após as UAs alocadas se tornarem disponíveis. Será cobrado pelas UAs alocadas para a duração das fases de execução e finalização da tarefa. Saiba mais sobre as UAs

  • Deve alocar cuidadosamente o número certo de UAs que atendem as necessidades da sua tarefa. Aumentar o número de UAs disponibiliza mais recursos computacionais para a sua tarefa, mas não aumenta o paralelismo inerente da tarefa. Dependendo das características da tarefa (por exemplo, até que ponto pode ser paralelizada e quantos dados está a processar, etc.), poderá constatar que as tarefas são executadas mais depressa com mais UAs ou pode sobrealocar mais UAs do que as que podem ser utilizadas. O Azure Data Lake Tools para Visual Studio disponibiliza várias ferramentas que podem ajudá-lo a diagnosticar o desempenho das tarefas U-SQL e calcular o número ideal de UAs. Saiba mais sobre como economizar dinheiro e controlar custos

  • O preço é determinado pelo número de UA e da duração das tarefas. Vamos assumir dois casos:

    • Caso 1: uma tarefa leva três horas a ser concluída com dez UAs, pelo que o preço é calculado como 10*3 =30 horas de UA. Se a tarefa puder beneficiar de 20 UAs e for executada duas vezes mais depressa, o preço seria 1,5*20 = 30 horas de UA. Neste caso, o preço é igual, mas a latência sai melhorada.
    • Caso 2: uma tarefa leva cinco horas a ser concluída com dez UAs, pelo que o preço é calculado como 5*10 =50 horas de UA. Se a tarefa demorar quatro horas a ser concluída com a utilização de 20 UAs, o preço será 4*20 = 80 horas de UA. Neste caso, o custo total aumentou 80% e a tarefa foi concluída uma hora mais cedo.
  • As transações do Azure Data Lake Store incorrem em qualquer altura que sejam lidos ou escritos dados no serviço. Sempre que um utilizador, uma aplicação ou outro serviço do Azure ler ou escrever dados até 4 MB, a operação é faturada como uma transação. Por exemplo, se uma operação de escrita colocar 128 KB de dados no Data Lake Store, é faturada como uma transação. As transações são faturadas em incrementos até 4 MB; deste modo, se um item tiver mais de 4 MB, será faturado em vários incrementos. Por exemplo, se uma operação de leitura obtiver 9 MB de dados do Data Lake Store, é faturada como três transações (4 MB + 4 MB + 1 MB).

    Vejamos como as transações são apresentadas na fatura com base nas operações de leitura. Para tal, vamos assumir um cenário em que a sua aplicação executa uma tarefa do Data Lake Analytics durante 4 horas por dia, em que são lidos 1,000 itens por segundo quando a tarefa está em execução, sendo que cada item tem menos de 4 MB. No cenário acima, o Data Lake Store irá cobrar as transações de leitura dos dados lidos pelo Data Lake Analytics a partir do Data Lake Store. Será cobrado o seguinte:

    Item Volume de Utilização Por Mês Taxa Por Mês Custo Mensal
    Transações de leitura a partir do Data Lake Analytics 1,000 itens/segundo * 3,600 * 4 * 31 $- por 10,000 transações $-
    Custo total das transações $-
  • O preço é determinado pelo número de UAs reservados para o mês.

    • É alinhado um ciclo de faturação ao mês civil. Por conseguinte, começa sempre no primeiro dia do mês e termina no último.
    • Da primeira vez que aloca um pacote, rateamos o preço mensal e as horas de UA para os dias restantes nesse mês. Por exemplo, se alocar um pacote de 1000 horas de UA e restarem dez dias nesse mês, irá obter imediatamente 334 horas de UA (1000 horas de UA/30 dias num mês x 10 dias restantes) a um preço de $- ($- / 31 dias num mês x 10 dias restantes). Rateamos por 30 dias para as horas de UA num pacote e por 31 dias para o preço, de modo a confirmar o rateio é sempre a seu favor.
    • As unidades num pacotes são repostas no primeiro dia do mês. Por exemplo, se consolidar 100 horas de UA e lhe restarem 20 horas de UA no final do mês, o pacote será reposto para 100 horas de UA no dia seguinte. Não existe nenhum rollover para horas de UA não utilizadas.
    • Pode escolher um pacote novo em qualquer momento. A alteração entrará em vigor no primeiro dia do mês seguinte. Isto significa que, durante um mês, se tiver um pacote de 100 horas de UA e decidir alocar um pacote de 500 horas de UA, esta alteração aplicar-se-á no primeiro dia do mês seguinte. No mês atual, irá permanecer no pacote de 100 horas de UA.
    • Utilizamos "segundos" como a unidade de medida do consumo do seu pacote de compromisso.
    • Assim que o pacote for consumido, ser-lhe-á cobrado o consumo em excesso à tarifa de $-/hora de UA.
  • O consumo é determinado pelo número de UAs e da duração das tarefas. A duração das tarefas é influenciada pelo número de UAs atribuídas às mesmas, bem como pelas respetivas características, como o tamanho dos dados e a complexidade de faturação.

    • Caso 1: consolidou 100 horas de UA e submeteu uma tarefa que demora duas horas e 30 minutos a concluir com 1 UA, portanto, o consumo é calculado como 2,5*1 = 2,5 horas de UA. Ficará com 97,5 horas de UA restantes na sua alocação.
    • Caso 2: consolidou 100 horas de UA e só lhe resta uma hora de UA. Está a submeter uma tarefa que demora duas horas a concluir com duas UAs, portanto, o consumo é calculado como 2*2 = 4 horas de UA. Irá utilizar a sua hora de UA restante e ser-lhe-ão cobradas três horas de UA adicionais à tarifa de utilização em excesso (1,5*3 = $-)

  • O Azure Data Lake Analytics permite-lhe ler e escrever dados a partir do Arquivo do Azure Data Lake, do Armazenamento de Blobs do Azure e da Base de Dados SQL do Azure. A utilização destes serviços por parte do Azure Data Lake Analytics pode estar sujeita às tarifas padrão dos mesmos (por exemplo, transações, transferência de dados de saída, etc.). Veja a página dos preços destes serviços para obter mais detalhes.

    • Cancelamento da Tarefa:
      O cancelamento é sempre o resultado de uma ação deliberada do cliente ou de uma política administrativa definida pelo administrador. O serviço ADLA não cancela tarefas autonomamente, exceto no caso de um vértice atingir o seu limite de tempo de execução de 5 horas (não há limite de tempo para uma tarefa, mas um limite para um único vértice). Quando uma tarefa é cancelada, iremos cobrar a duração da execução da tarefa.
    • Falha da Tarefa:
      As falhas de tarefa são resultado de um erro do utilizador ou, às vezes, de um erro do serviço ADLA. O código de erro de uma tarefa com falha irá indicar se uma falha de tarefa foi resultado de um erro de utilizador ou serviço. Se o código de erro tiver "USER" significa que a falha foi resultado de um erro do utilizador; nesse caso, o serviço irá cobrar a duração da execução da tarefa. No entanto, se o erro tiver "SYSTEM" significa que a falha foi resultado de um erro de serviço ADLS e a tarefa não será cobrada.

Recursos

Calcule o custo mensal dos serviços Azure

Reveja as perguntas mais frequentes sobre os preços do Azure

Saiba mais sobre Data Lake Analytics

Reveja tutoriais técnicos, vídeos e outros recursos

Adicionar à estimativa. Prima "v" para ver na calculadora Ver na calculadora

Aprender e criar com um crédito de $200, e continuar gratuitamente