JÁ DISPONÍVEL

Nova definição de governação para atualizações da cache a partir do Azure Analysis Services

Data de publicação: 25 abril, 2019

Por vezes, as ferramentas de consumo e de visualização de dados no Azure Analysis Services armazenam caches de dados para melhorar a interatividade dos relatórios para os utilizadores. O serviço Power BI, por exemplo, coloca em cache dados de mosaicos do dashboard e dados de relatórios para o carregamento inicial de relatórios do Live Connect.

As implementações empresariais de BI onde os modelos semânticos são reutilizados em todas as organizações podem fazer com que um grande número de dashboards e relatórios obtenham dados de um único modelo do Analysis Services. Isto pode provocar o envio de um número excessivo de consultas de cache para o Analysis Services. Em casos extremos, pode sobrecarregar o servidor.

Este aspeto é particularmente relevante para o Azure Analysis Services (por oposição ao SQL Server Analysis Services no local). Os modelos estão, muitas vezes, localizados conjuntamente na mesma região que a capacidade do Power BI para tempos mais rápidos de resposta da consulta, pelo que até podem não beneficiar muito da colocação em cache.

A nova propriedade ClientCacheRefreshPolicy permite que os profissionais de TI ou do Analysis Services substituam este comportamento ao nível do servidor do Azure Analysis Services e desativem as atualizações automáticas da cache. Todos os relatórios e dashboards do Power BI Live Connect irão obedecer à definição, independentemente das definições ao nível do conjunto de dados ou da área de trabalho do Power BI onde estão alojados. Para obter mais informações sobre como utilizar esta propriedade, veja a página de propriedades de servidor do Analysis Services.

  • Azure Analysis Services
  • Features

Produtos Relacionados