Data de descontinuação dos alertas clássicos do Azure Monitor prorrogada até 31 de agosto de 2019

Publicado em 21 de maio de 2019

Anunciámos pela primeira vez o plano de preterição dos alertas clássicos em outubro de 2018. Desde então, começámos a implementar uma ferramenta de migração voluntária para lhe permitir migrar as suas regras de alerta clássico por sua própria iniciativa antes da migração forçada. 

Contudo, a implementação da ferramenta de migração tem demorado mais do que esperávamos. Sabemos bem da importância que a monitorização e os alertas têm para os nossos clientes, pelo que tivemos o cuidado de disponibilizar uma ferramenta que lhe permitisse migrar os alertas clássicos com pouco impacto sobre a sua capacidade de monitorização.  

Uma vez que a implementação foi adiada, queremos dar-lhe dois meses adicionais para que possa mover as regras de alerta clássico de forma voluntária quando lhe for mais conveniente. A data de descontinuação dos alertas clássicos, originalmente agendada para 30 de junho de 2019, passa a ser 31 de agosto de 2019.  Após 31 de agosto de 2019, daremos início ao processo de migração automática para os clientes que não tiverem migrado de forma voluntária. Tenha em atenção que certos alertas clássicos que não podem ser migrados com a ferramenta continuarão a funcionar como alertas clássicos até junho de 2020 e terão de ser migrados manualmente.  

Se tiver dúvidas, contacte-nos através de ClassicAlertRetire@microsoft.com.

  • Monitor do Azure
  • Alertas
  • Estatísticas das Aplicações
  • Features
  • Management
  • Retirements