Georreplicação ativa disponível em todos os escalões de serviço de Bases de Dados SQL do Azure

Data de publicação: 29 abril, 2016

Em vigor de imediato, expandimos as nossas funcionalidades de georreplicação através da ativação da Georreplicação ativa nos escalões Básico e Standard da Base de Dados SQL do Azure. Como resultado, a georreplicação Standard será descontinuada em abril de 2017. Ao utilizar a Georreplicação ativa numa base de dados Básica ou Standard, os clientes recebem inúmeros benefícios que proporcionam maior segurança e continuidade empresarial em situações de desastre:

  • A recuperação após desastre ao nível da base de dados é rápida quando as transações foram replicadas para bases de dados em diferentes servidores da Base de Dados SQL nas mesmas regiões ou em regiões diferentes.
  • A redundância entre regiões permite às aplicações recuperar da perda permanente de um datacenter causada por desastres naturais, erros humanos catastróficos ou atos maliciosos.
  • As bases de dados secundárias online são legíveis e podem ser utilizadas como balanceadores de carga para cargas de trabalho só de leitura, como relatórios.
  • Com a replicação assíncrona automática, depois de uma base de dados secundária online ter sido propagada, as atualizações à base de dados primária são copiadas automaticamente para a base de dados secundária.

Para obter mais informações sobre a georreplicação ativa e o respetivo conjunto completo de capacidades, visite a página de documentação Georreplicação ativa para a Base de Dados SQL do Azure. Para obter mais informações sobre preços, visite a página Preços da Base de Dados SQL.

  • Base de Dados SQL do Azure
  • Features
  • Pricing & Offerings
  • Services

Produtos Relacionados