Trace Id is missing
Avançar para o conteúdo principal

O que é a infraestrutura de cloud?

A infraestrutura de cloud é constituída pelos componentes de hardware e software utilizados para fornecer serviços de computação na cloud.

Uma grande variedade de recursos é utilizada para fornecer a infraestrutura de serviços de cloud. Dependendo das necessidades de uma organização, esses recursos podem incluir servidores, armazenamento, equipamento de rede e componentes de virtualização. Em conjunto, estes componentes constituem a infraestrutura de cloud, que é utilizada para fornecer armazenamento, capacidade de processamento e aplicações de software através da Internet.

 

Agora que já abordámos o significado da infraestrutura de cloud, vamos diferenciá-la de alguns termos relacionados com os quais pode ser confundida. Em primeiro lugar, temos o termo abrangente, computação na cloud. A computação na cloud refere-se aos serviços fornecidos através da cloud, ao passo que a infraestrutura de cloud se refere especificamente aos recursos físicos (como servidores e outro hardware) que compõem a cloud.

 

Em seguida, existe a arquitetura da cloud. A arquitetura da cloud é o design e a organização subjacentes a um ambiente de computação na cloud. Determina a configuração da infraestrutura de cloud. Utilizando a metáfora da construção, a infraestrutura de cloud representa as ferramentas utilizadas para construir um ambiente de cloud, ao passo que a arquitetura de cloud é a "planta" que especifica a forma como esse ambiente será construído.

 

Resumindo, a infraestrutura de cloud refere-se aos componentes físicos e de software que constituem um ambiente de computação na cloud, computação na cloud é o fornecimento de recursos e serviços através da Internet e arquitetura de cloud é o design ou "planta" de um ambiente de computação na cloud.

Como é que a infraestrutura de cloud funciona?

A infraestrutura de tecnologia da cloud é composta por vários componentes que trabalham em conjunto para fornecer aplicações e serviços de computação na cloud. Estes componentes incluem hardware, armazenamento, computação, redes, segurança, gestão e virtualização. Em conjunto, estas tecnologias e serviços formam a espinha dorsal da computação na cloud.

Aqui tem mais informações sobre alguns dos principais elementos da infraestrutura de cloud:

Hardware:

Os ambientes de cloud são compostos por hardware físico que pode estar localizado em datacenters em várias regiões. O hardware físico que compõe a infraestrutura de cloud inclui servidores e dispositivos de cópia de segurança.

Computação:

A camada de computação da infraestrutura de cloud é responsável por executar e gerir máquinas virtuais, contentores e outras cargas de trabalho. Emprega a tecnologia de virtualização para criar recursos virtualizados que podem ser alocados e reconfigurados dinamicamente.

Armazenamento:

A infraestrutura de cloud normalmente depende do armazenamento na nuvem, que armazena dados num servidor remoto, e não num disco rígido local. Os fornecedores de armazenamento na nuvem, como o Azure, oferecem uma variedade de serviços de armazenamento para armazenamento em bloco, objeto e ficheiros que lhe permitem dimensionar facilmente o desempenho.

Rede:

No contexto da infraestrutura de cloud, a rede permite que os utilizadores se liguem e forneçam aplicações híbridas e nativas de cloud com baixa latência.

Segurança:

A infraestrutura de cloud pode incluir uma variedade de medidas de segurança, como encriptação, autenticação, controlo de acesso e monitorização, que são intencionalmente concebidas para proteger os seus dados, identificando rapidamente as ameaças.

Gestão:

Normalmente, a infraestrutura de cloud é gerida através de uma interface baseada na Web que permite aos utilizadores monitorizar, configurar e dimensionar conforme necessário.

Estes componentes são frequentemente utilizados no modelo de computação na cloud IaaS (infraestrutura como um serviço). A IaaS permite às organizações alugar recursos de computação, armazenamento e rede a pedido, sem a complexidade de comprar, gerir e manter servidores físicos. Os serviços IaaS, como o Azure IaaS, oferecem frequentemente opções de preços flexíveis, como o pay as you go, em que só paga pelos recursos que utiliza.

 

Para obter mais informações sobre os componentes da infraestrutura de cloud e outros termos de computação na cloud, confira o dicionário de computação na cloud.

Quais são os benefícios da infraestrutura de cloud?

Agora que tem uma compreensão básica dos componentes da infraestrutura de cloud, pode estar a perguntar-se sobre os benefícios de a adotar na sua organização. Para começar, a transição para a infraestrutura de cloud pode oferecer uma poupança substancial de custos em relação às opções no local. Os grandes fornecedores de serviços cloud, como a Microsoft, podem oferecer serviços a preços que podem ser significativamente mais baixos do que o custo de alojar dados e outros recursos no local.

Alguns dos outros benefícios de adotar a infraestrutura de cloud incluem:

Escalabilidade:

Uma vez que a infraestrutura de cloud depende normalmente de grandes fornecedores que têm servidores enormes e multi-inquilino, as empresas podem facilmente aumentar ou diminuir verticalmente a sua utilização de recursos, como a capacidade de computação e o armazenamento, consoante a procura. Além disso, uma vez que os recursos estão alojados em datacenters externos, não são necessários investimentos iniciais significativos por parte da empresa que os paga.

 

Flexibilidade:

A infraestrutura de cloud pode ser acedida a partir de praticamente qualquer lugar e em muitos tipos diferentes de dispositivos. Isto possibilita o teletrabalho e fornece às organizações a agilidade para responderem e se adaptarem rapidamente a um panorama empresarial em constante mudança.

 

Fiabilidade:

A infraestrutura de cloud é normalmente gerida por fornecedores grandes e experientes que empregam equipas de especialistas para garantir que tudo funciona sem problemas. Isto ajuda a garantir uma elevada disponibilidade e continuidade do negócio, mesmo em condições de rápida mudança.

 

Segurança:

Normalmente, os fornecedores de infraestrutura de cloud são empresas de tecnologia respeitáveis que têm métodos testados e comprovados para manter um elevado grau de segurança dos dados que alojam nos respetivos servidores. Como resultado, a adoção da infraestrutura de cloud pode ser uma forma económica de as empresas melhorarem a sua própria segurança.

 

Resiliência:

A escalabilidade, a segurança e a fiabilidade da infraestrutura de cloud em grande escala proporcionam uma maior resiliência face a interrupções.

 

Agora que já analisámos as vantagens de adotar a infraestrutura de cloud, vamos abordar os diferentes modelos de implementação da mesma.

Quais são os modelos de implementação da infraestrutura de cloud?

Existem três modelos principais de implementação para a infraestrutura de cloud: pública, privada e híbrida.

No modelo de implementação de cloud pública, uma organização aluga a infraestrutura de um fornecedor de serviços cloud, como a Microsoft. Os dados nas clouds públicas são mantidos pelo fornecedor e acedidos pela empresa que utiliza os serviços, unicamente através da Internet. As vantagens da implementação da cloud pública incluem uma maior escalabilidade e flexibilidade. É também frequentemente o modelo mais económico.

No modelo de implementação de cloud privada, uma empresa cria a sua própria infraestrutura de cloud através de servidores no local. As empresas que processam dados extremamente confidenciais ou que são obrigadas a cumprir requisitos regulamentares rigorosos utilizam frequentemente clouds privadas para alojar, pelo menos, alguns dos seus recursos.

Por último, existe o modelo de implementação de cloud híbrida, que é quando uma organização utiliza uma cloud privada para algumas das suas cargas de trabalho e uma ou mais clouds públicas para outras. Este modelo permite que as organizações aproveitem a escalabilidade e o custo mais baixo da implementação da cloud pública para dados menos confidenciais, mantendo um elevado grau de controlo e segurança dos dados que implementa de forma privada. Algumas organizações utilizam as clouds híbridas como um passo intermédio enquanto estão a mover cargas de trabalho de um datacenter no local para uma cloud pública.

Tendo em conta o exposto acima, a sua organização deve considerar as necessidades de segurança, regulamentares e financeiras ao selecionar um modelo de implementação para a infraestrutura de cloud. Em seguida, abordaremos algumas das outras considerações que deve ter em conta ao adotar a infraestrutura de cloud.

As principais considerações para adotar a infraestrutura de cloud

Modelação de custos:

A modelação de custos é utilizada para compreender e avaliar a estrutura de custos da infraestrutura de cloud. Por exemplo, pode ser utilizada para avaliar o custo de dimensionar recursos através de um fornecedor cloud versus expandir a capacidade de dados no local através de servidores adicionais. O Azure oferece uma calculadora de preços para ajudar a estimar os custos de migração das suas cargas de trabalho.

Segurança:

A segurança é uma consideração importante para qualquer empresa, especialmente para aquelas com grandes quantidades de dados sensíveis, importantes ou acionáveis. As funcionalidades de segurança da infraestrutura de cloud incluem encriptação, controlo de acesso e auditoria para garantir que os dados estão seguros e que apenas os utilizadores autorizados têm acesso aos mesmos.

Dependência da Internet:

A infraestrutura de cloud depende da Internet para armazenar e fornecer acesso aos seus dados. Isto significa que, se houver uma falha de Internet na sua área, poderá não conseguir aceder às suas aplicações e dados. Dito isto, os fornecedores de serviços clouds efetuam normalmente uma cópia de segurança dos dados em mais do que uma localização de datacenters, pelo que os seus dados devem permanecer seguros mesmo que não possa aceder-lhes localmente.

Residência dos dados:

Algumas organizações têm dados que devem, por lei, ser armazenados numa determinada área geográfica devido à legislação vigente em matéria de residência de dados. Uma vez que os fornecedores de serviços cloud armazenam dados em instalações em todo o mundo, poderá ser importante que uma organização tenha em consideração os requisitos de residência dos respetivos dados ao adotar a infraestrutura de cloud. Os grandes fornecedores de clouds, como a Microsoft, podem frequentemente acomodar requisitos de residência de dados, aceitando alojar dados específicos em determinados datacenters.

Sustentabilidade:

A sustentabilidade é uma consideração importante para a infraestrutura de cloud. Envolve a redução do impacto ambiental do fornecimento de serviços cloud, ao apostar em energias renováveis e na utilização eficiente de recursos. A mudança para uma infraestrutura de cloud pode ajudar uma organização a reduzir o seu consumo e custos globais de energia.

Inovação:

No contexto da infraestrutura de cloud, a inovação é a implementação de novas tecnologias, como a IA, para fornecer novas capacidades aos utilizadores.

Escalabilidade:

A escalabilidade envolve a capacidade de aumentar ou reduzir verticalmente para atender às mudanças na procura. Além disso, permite que as organizações adicionem ou removam serviços conforme necessário. As opções de preços flexíveis disponíveis através dos fornecedores permitem-lhes prestar serviços altamente dimensionáveis que permanecem relativamente acessíveis.

Que ferramentas e serviços são oferecidos pelos fornecedores de infraestrutura de cloud?

Outra vantagem da infraestrutura de cloud é a grande quantidade de ferramentas e serviços de gestão úteis oferecidos pelos fornecedores de serviços cloud. Seguem-se algumas das ferramentas oferecidas pelo Azure:

Azure Arc

ajuda a gerir, governar e proteger os seus servidores, clusters Kubernetes e aplicações de forma totalmente integrada num único local, quer esteja a utilizar um modelo de implementação de cloud pública, privada ou híbrida.

Assistente do Azure

ajuda a otimizar os seus investimentos na cloud com recomendações acionáveis para melhorar a fiabilidade, a segurança, o desempenho e o custo com base na sua utilização e necessidades.

Azure Monitor

recolhe, analisa e ajuda a agir sobre os dados de telemetria de ambientes de cloud e híbridos.

Azure Well-Architected Framework

é um conjunto de ferramentas, processos e orientações para ajudar a implementar, gerir e otimizar os seus serviços Azure.

Microsoft Cloud Adoption Framework para o Azure

oferece as melhores práticas e orientações destinadas a acelerar o seu percurso de adoção da cloud.

Se tiver interesse em migrar para o Azure, confira o Programa de Migração e Modernização do Azure para obter ajuda especializada e ver ofertas rentáveis.

FAQ

  • Os principais componentes da infraestrutura de cloud incluem o hardware físico, camada de computação, armazenamento, virtualização, rede, segurança e interface de gestão.

  • O Azure é uma plataforma de computação na cloud operada pela Microsoft que oferece mais de 200 produtos e serviços cloud, incluindo infraestrutura como um serviço (IaaS).

  • Existem várias certificações de infraestrutura de cloud disponíveis, incluindo a certificação Microsoft Azure. Estas certificações demonstram a capacidade de um indivíduo para conceber, implementar e gerir sistemas de infraestrutura de cloud.