A propriedade de “nome de usuário” da segurança em nível de linha do Power BI Embedded dá suporte para caracteres ASCII

Postado em quinta-feira, 18 de outubro de 2018

Quando você está integrando o Power BI Embedded ao seu aplicativo, a maneira mais comum de usar a segurança em nível de linha dinamicamente é configurando uma função no conjunto de dados por meio do Power BI Desktop, que usa a função USERNAME() para passar um parâmetro ao token de inserção.

Embora o campo seja chamado de “nome de usuário”, você pode passar qualquer valor por meio dele, tal como país, branch ou ID de computador. A ressalva era que esse campo, originalmente projetado para usuários no Power BI, estava limitado a valores UPN. Isso limitava os casos de uso para muitos clientes ou exigia o ajuste dos dados propriamente ditos no processo de ETL.

Essa limitação foi removida, portanto, qualquer caractere ASCII pode ser passado por meio deste campo. Não há necessidade de ajustar os dados. Você também pode concatenar vários valores por meio desse campo com facilidade e, usando o DAX, analisar e filtrar vários valores de maneira dinâmica.

Saiba mais sobre como usar a segurança em nível de linha para incorporação.

  • Features