O que são nuvens públicas, privadas e híbridas?

Uma introdução às opções de implantação do serviço de nuvem

Computação em nuvem híbrida

Uma nuvem híbrida é um tipo de computação em nuvem que combina uma infraestrutura local ou nuvem privada com uma nuvem pública. As nuvens híbridas permitem que os dados e aplicativos se movam entre os dois ambientes.

Muitas organizações adotam a abordagem de nuvem híbrida devido a exigências comerciais, por exemplo, para atender a requisitos regulatórios e de soberania de dados, aproveitar ao máximo o investimento em tecnologia local ou lidar com problemas envolvendo latência baixa.

A nuvem híbrida está evoluindo para incluir cargas de trabalho de borda também. A computação de borda traz a potência de computação da nuvem para dispositivos IoT, mais perto de onde os dados residem. Ao mover as cargas de trabalho para a borda, os dispositivos gastam menos tempo se comunicando com a nuvem, o que reduz a latência e permite a eles até mesmo operar de maneira confiável por períodos offline estendidos.

Os benefícios de uma plataforma de nuvem híbrida

Uma plataforma de nuvem híbrida oferece às organizações muitas vantagens, como maior flexibilidade, mais opções de implantação, segurança, conformidade e obtenção de mais valor da infraestrutura existente que elas têm. Quando a demanda de computação e processamento oscila, a computação em nuvem híbrida proporciona às empresas a capacidade de escalar verticalmente com facilidade a infraestrutura local delas para a nuvem pública a fim de operar qualquer estouro, sem que datacenters de terceiros tenham acesso completo aos dados delas. As organizações adquirem a flexibilidade e a inovação que a nuvem pública fornece ao executar determinadas cargas de trabalho na nuvem, mantendo dados altamente confidenciais no datacenter delas para atender às necessidades do cliente ou a requisitos regulatórios.

Isso não só permite que as empresas escalem recursos de computação, mas também elimina a necessidade de grandes despesas de capital para operar picos de demanda de curto prazo a fim de liberar recursos locais para dados e aplicativos mais confidenciais. As empresas pagarão apenas pelos recursos usados temporariamente em vez de comprar, programar e manter recursos e equipamentos adicionais que poderiam permanecer inativos durante longos períodos de tempo.

Vantagens da nuvem híbrida:

  • Controle – sua organização pode manter uma infraestrutura privada para ativos confidenciais ou cargas de trabalho que exigem latência baixa.
  • Flexibilidade – você poderá usufruir de recursos adicionais na nuvem pública sempre que precisar deles.
  • Custo-benefício – com a capacidade de escalar para a nuvem pública, você paga por potência de computação adicional somente quando necessário.
  • Facilidade – a transição para a nuvem não precisa ser turbulenta porque você pode migrar gradualmente, passando as cargas de trabalho ao longo do tempo.

Compreendendo suas opções de implantação: nuvem pública, nuvem privada ou nuvem híbrida?

Não existe um tipo de computação em nuvem adequado para todos. Vários modelos, tipos e serviços de computação em nuvem diferentes evoluíram para atender às necessidades de tecnologia em rápida evolução das organizações.

Há três maneiras diferentes de implantar serviços de nuvem: em uma nuvem pública, nuvem privada ou nuvem híbrida. A escolha do método de implantação depende de suas necessidades de negócios.

O que é uma nuvem pública?

As nuvens públicas são a maneira mais comum de implantação da computação em nuvem. Os recursos de nuvem (como servidores e armazenamento) pertencem a um provedor de serviço de nuvem terceirizado, são operados por ele e entregues pela Internet. Com uma nuvem pública, todo o hardware, software e outras infraestruturas de suporte são de propriedade do provedor de nuvem e gerenciadas por ele. O Microsoft Azure é um exemplo de nuvem pública.

Em uma nuvem pública, você compartilha os mesmos dispositivos de hardware, de armazenamento e de rede com outras organizações ou "locatários" da nuvem e acessa serviços e gerencia sua conta usando um navegador da Web. As implantações de nuvem pública geralmente são usadas para fornecer email baseado na Web, aplicativos de escritório online, armazenamento e ambientes de desenvolvimento e teste.

Vantagens das nuvens públicas:

  • Redução de custos – não há necessidade de comprar hardware ou software e você paga somente pelos serviços que usa.
  • Sem manutenção – seu provedor de serviços fornece a manutenção.
  • Escalabilidade quase ilimitada – recursos sob demanda estão disponíveis para atender às suas necessidades de negócios.
  • Alta confiabilidade – uma ampla rede de servidores assegura contra falhas.

O que é nuvem privada?

Uma nuvem privada consiste em recursos de computação em nuvem usados exclusivamente por uma única empresa ou organização. A nuvem privada pode estar localizada fisicamente no datacenter local da sua organização ou pode ser hospedada por um provedor de serviços terceirizado. Mas em uma nuvem privada, os serviços e a infraestrutura são sempre mantidos na rede privada e o hardware e o software são dedicados unicamente à sua organização.

Dessa forma, com a nuvem privada é mais fácil para que a organização personalize seus recursos a fim de atender a requisitos de TI específicos. As nuvens privadas geralmente são usadas por órgãos governamentais, instituições financeiras e outras organizações de grande porte com operações críticas para os negócios, que buscam melhorar o controle sobre seu ambiente.

Vantagens de uma nuvem privada:

  • Maior flexibilidade – sua organização pode personalizar seu ambiente de nuvem para atender a necessidades de negócios específicas.
  • Maior controle – os recursos não são compartilhados com outros usuários, portanto, é possível um nível maior de controle e privacidade.
  • Maior escalabilidade –nuvens privadas geralmente oferecem mais escalabilidade em comparação com a infraestrutura local.

Perguntas frequentes

  • Alguns exemplos práticos da nuvem híbrida em ação:

    • Muitos clientes tiram proveito da nuvem híbrida para alcançar escala global, maior confiabilidade, segurança habilitada para IA e menores custos oferecidos pela nuvem pública. Em setores altamente regulamentados, os requisitos de residência de dados podem exigir que determinados conjuntos de dados sejam mantidos localmente, enquanto outras cargas de trabalho podem residir na nuvem pública.
    • Se um aplicativo residir localmente ou em uma nuvem privada, picos repentinos na demanda (por exemplo, eventos sazonais, como compras online ou declaração de impostos) poderão sobrecarregar a capacidade. Quando há um pico de demanda, as organizações podem aproveitar os recursos de computação adicionais na nuvem pública, o que às vezes é chamado de "cloud bursting", em que o ambiente de nuvem híbrida permite que a infraestrutura local "equilibre os recursos" usando a nuvem pública.
  • A maioria dos serviços de computação em nuvem se enquadra em quatro categorias amplas: IaaS (infraestrutura como serviço), PaaS (plataforma como serviço), sem servidor e SaaS (software como serviço). Às vezes, eles são chamados de "pilha" de computação em nuvem, pois são criados uns sobre os outros.

    Dicionário de termos comuns de computação em nuvem

  • É a categoria mais básica de serviços de computação em nuvem. Com IaaS, você aluga a infraestrutura de TI – servidores e VMs (máquinas virtuais), armazenamento, redes e sistemas operacionais – de um provedor de nuvem pago conforme o uso.

    Saiba mais sobre o IaaS

  • A plataforma como serviço refere-se aos serviços de computação em nuvem que fornecem um ambiente sob demanda para desenvolvimento, teste, fornecimento e gerenciamento de aplicativos de software. O PaaS foi criado para facilitar aos desenvolvedores criarem aplicativos móveis ou Web rapidamente, sem se preocupar com a configuração ou o gerenciamento de infraestrutura subjacente de servidores, armazenamento, rede e bancos de dados necessários para desenvolvimento.

    Saiba mais sobre o PaaS

  • Sobrepondo-se ao PaaS, a computação sem servidor concentra-se na criação da funcionalidade de aplicativos, sem perder tempo com o gerenciamento contínuo dos servidores e da infraestrutura necessários para isso. O provedor em nuvem cuida da configuração, do planejamento de capacidade e do gerenciamento de servidores para você. As arquiteturas sem servidor são altamente escalonáveis e controladas por eventos, usando recursos apenas quando ocorre uma função ou um evento que desencadeie esse uso.

    Saiba mais sobre a computação sem servidor

  • O software como serviço é um método para a distribuição de aplicativos de software pela Internet sob demanda e, normalmente, baseado em assinaturas. Com o SaaS, os provedores de nuvem hospedam e gerenciam o aplicativo de software e a infraestrutura subjacente e fazem manutenções, como atualizações de software e aplicação de patch de segurança. Os usuários conectam o aplicativo pela Internet, normalmente com um navegador da Web em seu telefone, tablet ou PC.

    Saiba mais sobre o SaaS

  • A computação de borda permite que os clientes executem VMs, contêineres e serviços de dados em locais de borda. Ao trazerem o poder da computação em nuvem para dispositivos IoT mais próximos de onde os dados residem, as empresas podem usar machine learning e IA para gerar novas oportunidades de negócios. A conexão de dispositivos e sistemas IoT mais próximos aos seus usuários, aos dados ou a ambos permite a obtenção de insights e experiências em tempo real, fornecidos por aplicativos altamente responsivos e com reconhecimento contextual.

    Saiba mais sobre a computação em nuvem inteligente e a borda inteligente

  • O Azure híbrido se trata de flexibilidade e escolha. Você pode descrevê-lo dessas duas maneiras, pois as duas estão corretas.

Introdução à criação de soluções de nuvem híbrida no Azure

Encontre uma abordagem abrangente que se adapte a seu próprio cenário em ambientes locais, de várias nuvens e de borda. Explore ofertas híbridas exclusivas, como o Azure Arc e o Azure Stack, com a flexibilidade de inovar em qualquer lugar do seu ambiente híbrido, operando de maneira direta e segura na nuvem confiável da Microsoft.

Introdução às soluções de nuvem híbrida

Estamos prontos para começar – vamos configurar uma conta gratuita