Ignorar Navegação

SAP S/4 HANA nas instâncias grandes do HANA com HA e DR

A arquitetura desta solução ilustra a forma como o pedido de um utilizador flui por um ambiente SAP criado nas Máquinas Virtuais do Azure de alto desempenho e numa base de dados HANA de alto desempenho em execução nas instâncias grandes do HANA para assegurar desempenho e escalabilidade sem paralelo. Este sistema tira partido do clustering de SO para assegurar o desempenho da base de dados, elevada disponibilidade com o HANA System Replication e uma configuração completa de recuperação após desastre (DR) para garantir a disponibilidade do sistema.

1 2 3 4 5 6 7 8 9

Neste exemplo, um utilizador SAP no local executa uma ordem de vendas através da interface do Fiori, de uma interface personalizada ou outra.

O gateway do ExpressRoute de alta velocidade do Azure é utilizado para ligar às Máquinas Virtuais do Azure.

O pedido flui para o ABAP SAP Central Services (ASCS) de elevada disponibilidade e, em seguida, pelos servidores de aplicações em execução nas Máquinas Virtuais do Azure num conjunto de disponibilidade que oferece um SLA com 99,95 por cento de tempo de atividade.

O pedido é enviado do Servidor de Aplicações para o SAP HANA em execução nos painéis de instância grande primários.

Os painéis primário e secundário são colocados num cluster ao nível do SO com uma disponibilidade de 99,99 por cento, enquanto a replicação de dados é processada através do HANA System Replication no modo síncrono (HSR) do primário para o secundário com RPO zero.

Os dados dentro da memória do SAP HANA são mantidos no armazenamento NFS de alto desempenho.

São feitas regularmente cópias de segurança dos dados do armazenamento NFS em segundos, com instantâneos de armazenamento incorporados no armazenamento local, sem que o desempenho da base de dados seja afetado.

O volume de dados persistente no armazenamento secundário é replicado para o sistema DR dedicado através de uma rede principal dedicada da replicação de armazenamento do HANA.

A instância grande no lado do DR pode ser utilizada para não produção para poupar custos ao montar tanto o armazenamento QA como o volume replicado de DR (só de leitura).

  1. 1 Neste exemplo, um utilizador SAP no local executa uma ordem de vendas através da interface do Fiori, de uma interface personalizada ou outra.
  2. 2 O gateway do ExpressRoute de alta velocidade do Azure é utilizado para ligar às Máquinas Virtuais do Azure.
  3. 3 O pedido flui para o ABAP SAP Central Services (ASCS) de elevada disponibilidade e, em seguida, pelos servidores de aplicações em execução nas Máquinas Virtuais do Azure num conjunto de disponibilidade que oferece um SLA com 99,95 por cento de tempo de atividade.
  4. 4 O pedido é enviado do Servidor de Aplicações para o SAP HANA em execução nos painéis de instância grande primários.
  5. 5 Os painéis primário e secundário são colocados num cluster ao nível do SO com uma disponibilidade de 99,99 por cento, enquanto a replicação de dados é processada através do HANA System Replication no modo síncrono (HSR) do primário para o secundário com RPO zero.
  1. 6 Os dados dentro da memória do SAP HANA são mantidos no armazenamento NFS de alto desempenho.
  2. 7 São feitas regularmente cópias de segurança dos dados do armazenamento NFS em segundos, com instantâneos de armazenamento incorporados no armazenamento local, sem que o desempenho da base de dados seja afetado.
  3. 8 O volume de dados persistente no armazenamento secundário é replicado para o sistema DR dedicado através de uma rede principal dedicada da replicação de armazenamento do HANA.
  4. 9 A instância grande no lado do DR pode ser utilizada para não produção para poupar custos ao montar tanto o armazenamento QA como o volume replicado de DR (só de leitura).

Orientações de implementação

Produtos/Descrição Documentação

SAP HANA nas instâncias grandes do Azure

O SAP HANA no Azure (instâncias grandes) é executado em servidores isolados dedicados, que estão localizados num Datacenter do Microsoft Azure. Esta característica é específica do servidor de bases de dados.

Armazenamento NFS para as instâncias grandes do HANA no Azure

O sistema de armazenamento NFS de alto desempenho do Azure oferece a capacidade sem paralelo de fazer cópias de segurança de instantâneo e de replicar para o armazenamento secundário. Além disso, a Instância Grande do HANA é a única infraestrutura de cloud que oferece encriptação do volume de armazenamento.

Máquinas Virtuais

O SAP no Azure requer que execute as suas cargas de trabalho de SAP em Máquinas Virtuais do Microsoft Azure certificadas. O SAP requer, pelo menos, dois vCPUs e uma proporção de 6:1 entre memória e vCPU.

Armazenamento Premium

O Armazenamento Premium do Microsoft Azure oferece melhor débito e menos variação nas latências de E/S. Para garantir um desempenho mais eficaz, o Armazenamento Premium utiliza o disco de estado sólido (SSD) nos nós do Armazenamento do Azure e a cache de leitura que é sustentada pelo SSD local de um nó de computação do Azure.

ExpressRoute (front-end)

O Azure ExpressRoute utilizado no front-end (ver diagrama) garante uma conectividade segura e com elevada largura de banda para estabelecer ligações fiáveis entre a sua rede e a rede do Microsoft Azure.

ExpressRoute (back-end)

O Azure ExpressRoute utilizado no back-end (ver diagrama) permite-lhe comunicar entre os seus componentes do Azure no Datacenter do Azure e os seus sistemas SAP HANA no Azure (instância grande). O custo do ExpressRoute de back-end está incluído no seu SAP HANA no Azure (instância grande).

Arquiteturas de soluções relacionadas

1 2 3 4 5 6 7 8 9

SAP NetWeaver no SQL Server

Esta solução de aplicação do NetWeaver no SQL Server ilustra como um pedido de utilizador flui através de um ambiente SAP criado no NetWeaver, através das Máquinas Virtuais do Azure para alojar aplicações SAP e uma base de dados do SQL Server. Este sistema tira partido do clustering do SO para alta disponibilidade, armazenamento premium para desempenho e escalabilidade de armazenamento mais rápidos, capacidade de replicação do SQL Server AlwaysOn e configuração completa de recuperação após desastre (DR) para 99,95% de disponibilidade do sistema.