Preços de SQL Server Stretch Database

Estique de forma dinâmica bases de dados SQL Server no Azure

Com o SQL Server Stretch Database, pode esticar dinamicamente dados transacionais muito ou pouco acedidos do Microsoft SQL Server para o Azure. Ao contrário das típicas soluções de gestão de dados pouco acedidos, com o Stretch Database, os seus dados estão sempre à mão. O Stretch Database permite fornecer tempos de retenção mais longos para grandes quantidades de dados sem aumentar o armazenamento empresarial. Consoante os seus requisitos de desempenho, escolha um nível de desempenho e, em seguida, aumente ou diminua verticalmente, conforme necessário.

Detalhes dos preços

O Stretch Database fatura a Computação e o Armazenamento separadamente. A utilização de computação é representada pela DSU (Unidade de Database Stretch) e os clientes podem aumentar e diminuir o nível de desempenho/número de DSUs de que necessitam em qualquer altura.

Computação

Nível de Desempenho (DSU) Preço
100 $-
200 $-
300 $-
400 $-
500 $-
600 $-
1000 $-
1200 $-
1500 $-
2000 $-

Os tamanhos de base de dados estão limitados a 240 TB.

As estimativas de preços mensais são baseadas em 744 horas por mês num nível de DSU constante.

O Stretch DB está disponível em geral em todas as regiões, exceto no Sul da Índia, no Norte da China, no Sul do Brasil, no E.U.A Centro-Norte, na Índia Ocidental, na Austrália, no Japão e no Gov (US).

Taxa de Transferência de Dados de Saída

As transferências de dados de saída são cobradas às tarifas normais da transferência de dados.

Armazenamento de Dados e Instantâneos

O armazenamento de dados é cobrado com base em $-/GB/mês. O armazenamento de dados inclui o tamanho da sua DB do Stretch e dos instantâneos de cópia de segurança. Todas as bases de dados têm sete dias de instantâneos de cópia de segurança adicional.

Nota: as transações de armazenamento não são cobradas. Paga apenas pelos dados armazenados, e não por transações de armazenamento.

Cópia de Segurança Geo

Também pode optar por fazer uma cópia georredundante da sua Stretch database para a recuperação após desastre. O armazenamento para cópias georredundantes é cobrada às tarifas RA-GRS de Disco Standard do Azure de $-/GB/mês.

Suporte e SLA

  • Faturação gratuita e suporte à gestão da subscrição.
  • Planos de apoio flexíveis a partir de $29/mês. Encontre um plano
  • Tempo de atividade de 99,99 % garantido. Mais informações

FAQ

  • O Stretch Database é uma funcionalidade do SQL Server 2016. Está disponível em todas as edições do SQL Server 2016. Para saber mais sobre o Stretch Database, consulte Descrição geral do SQL Server 2016 Stretch Database.

  • Pode ajustar o nível de desempenho do Stretch Database. A alteração dos níveis de desempenho demora apenas alguns minutos e as bases de dados estão online e disponíveis durante a alteração.
  • Uma Unidade Stretch do SQL Stretch Database (DSU) representa o poder de consulta e é quantificada por objetivos de carga de trabalho: rapidez com que as linhas são escritas, lidas e analisadas. Esta medida ajuda os clientes a avaliar o nível relativo de desempenho que é necessário para a sua carga de trabalho.

  • A sua fatura incluirá uma taxa mensal previsível para o armazenamento e uma taxa variável pela computação. A computação pode variar mensalmente, dependendo da quantidade de recursos de computação (DSUs) consumidos. O armazenamento e a computação aparecem em separado na fatura para que seja mais fácil ver qual o nível de recursos de computação consumidos.

  • É-lhe cobrada cada hora de existência do Stretch Database, independentemente da atividade ou se a base de dados esteve ativa menos de uma hora. Por exemplo, se criar um Stretch Database e o eliminar passados cinco minutos, a fatura refletirá um custo de 1 hora de base de dados de computação e o armazenamento utilizado da mesma. Se eliminar uma base de dados e, em seguida, criar outra com o mesmo nome, a fatura refletirá um custo para duas bases de dados diferentes (custos de computação e armazenamento) nessa hora.

  • As DSUs são cobradas por hora de acordo com o nível mais alto de desempenho aplicado em cada hora. Se criar um Stretch Database com 100 DSUs e, em seguida, dimensioná-lo imediatamente até 400 DSUs, será cobrada uma tarifa de computação de 400 DSUs pela primeira hora.

  • Pode ajustar o nível de desempenho do Stretch Database. A alteração dos níveis de desempenho demora apenas alguns minutos e as bases de dados estão online e disponíveis durante a alteração.

  • Pode esticar até 240 TB de dados com o Stretch Database.

  • Pode mover novamente os seus dados para o ambiente no local em qualquer altura. Se decidir anular a subscrição do Stretch Database, tem de mover os dados novamente para o local através da anulação do dimensionamento ou da exportação para um serviço de armazenamento para reter o acesso aos dados. Nota: aplicam-se custos de saída nos dados que saem do Azure. Para mais informações sobre a anulação do dimensionamento ou a exportação de dados, consulte a documentação do SQL Server 2016 Stretch Database.

  • Consumirá aproximadamente a mesma quantidade de armazenamento no Stretch Database que consome atualmente no SQL Server, uma vez que os dados armazenados originalmente no SQL Server são movidos para o Stretch Database. A ferramenta de aconselhamento do Stretch Database pode ajudá-lo a estimar as suas necessidades de armazenamento. Consulte a documentação para obter detalhes sobre a utilização da ferramenta de aconselhamento de cargas de trabalho.

  • Atualmente, o Stretch Database não permite esticar para outro SQL Server. Não pode esticar uma base de dados do SQL Server para outra base de dados do SQL Server. Se pretender esticar a sua base de dados/tabela do SQL Server para outro SQL Server em vez do Stretch Database, forneça feedback detalhado aqui.

  • A atualização direta não é suportada. Se precisar de manter os dados já dimensionados para o Azure, terá de migrar primeiro os dados do Azure para a sua base de dados do SQL Server. Após a conclusão, pode atualizar e voltar a dimensionar para o novo serviço Stretch Database. Tenha em atenção que a anulação da migração dos dados do Azure terá custos de saída de dados. Se utilizar o RC1 ou posterior, pode atualizar para uma versão mais recente através de qualquer um dos métodos de atualização suportados pelo SQL Server.

  • Primeiro, tem de reverter a migração dos dados do Azure novamente para a base de dados do SQL Server. Após a conclusão, pode atualizar e voltar a dimensionar para o novo serviço Stretch Database. Tenha em atenção que a anulação da migração dos dados do Azure terá custos de saída de dados.

Recursos

Calcule o custo mensal dos serviços Azure

Reveja as perguntas mais frequentes sobre os preços do Azure

Obter mais informações sobre SQL Server Stretch Database

Reveja tutoriais técnicos, vídeos e outros recursos

Learn and build with $200 in credit, and keep going for free

Free account