O que é a informática em nuvem?

Manual para principiantes

Em poucas palavras, a informática em nuvem é o fornecimento de serviços informáticos — servidores, armazenamento, bases de dados, rede, software, análises, entre outros — através da Internet (“a nuvem”). As empresas que oferecem estes serviços informáticos são denominadas fornecedores de serviços em nuvem e, geralmente, cobram os serviços de informática em nuvem com base na utilização, tal como as empresas de eletricidade ou de água cobram os serviços que prestam.

Ainda tem dúvidas sobre como funciona e para que serve a informática em nuvem? Este manual para principiantes foi criado para desmistificar o jargão e os conceitos básicos da informática em nuvem e pô-lo ao corrente de tudo rapidamente.

Como escolher o fornecedor de nuvem

Explore um dicionário de termos comuns da informática em nuvem

Utilizações da informática em nuvem

É provável que esteja a utilizar a informática em nuvem neste exato momento, mesmo que não se aperceba. Se recorrer a um serviço online para enviar e-mails, editar documentos, ver filmes ou televisão, ouvir música, jogar jogos ou armazenar imagens e outros ficheiros, o mais certo é que só o possa fazer porque a informática em nuvem está a funcionar em segundo plano. Os primeiros serviços de informática em nuvem não têm mais de uma década, mas já estão a ser a escolha de muitas organizações, desde pequenas start-ups a empresas multinacionais, organismos públicos a organizações sem fins lucrativos, pelos mais diversos motivos. Eis algumas das coisas que pode fazer com a nuvem:

  • Criar aplicações e serviços novos
  • Armazenar, fazer cópias de segurança e recuperar dados
  • Alojar Web sites e blogues
  • Transmitir áudio e vídeo em fluxo
  • Fornecer software a pedido
  • Analisar dados para descobrir padrões e fazer predições

Principais benefícios da informática em nuvem

A informática em nuvem é uma grande mudança relativamente à forma como as empresas encaram, tradicionalmente, os recursos informáticos. Mas o que tem a informática em nuvem de tão especial? Por que é que é tão popular? Mostramos-lhe seis motivos comuns que levam as empresas a recorrer aos serviços de informática em nuvem:

1. Custo

A informática em nuvem elimina os gastos de capital relativos à compra de hardware e de software e à configuração e execução de datacenters no local — os bastidores de servidores, a eletricidade 24 horas por dia, sete dias por semana, para fornecimento de energia e refrigeração e os especialistas em TI para gerir a infraestrutura. A poupança é imediata.

2. Velocidade

A maioria dos serviços de informática em nuvem são fornecidos como self-service e a pedido, pelo que até mesmo enormes quantidades de recursos informáticos podem ser aprovisionados em minutos, geralmente com apenas alguns cliques de rato, proporcionando às empresas muita flexibilidade e retirando-lhes a pressão do planeamento da capacidade.

3. Escala global

Os benefícios dos serviços de informática em nuvem incluem a possibilidade de dimensionar de forma elástica. Na linguagem da nuvem, isto traduz-se em fornecer a quantidade certa de recursos de TI, por exemplo, mais ou menos poder de informática, armazenamento ou largura de banda, no exato momento em que são necessários e a partir da localização geográfica certa.

4. Produtividade

Normalmente, os datacenters no local exigem muitas “montagens e empilhamentos””— configuração de hardware, aplicação de patches a software e outras tarefas de gestão de TI morosas. A informática em nuvem acaba com a necessidade de muitas destas tarefas, pelo que as equipas de TI podem dedicar mais tempo a objetivos comerciais mais importantes.

5. Desempenho

Os maiores serviços de informática em nuvem funcionam numa rede mundial de datacenters seguros, que são atualizados regularmente para a última geração de hardware informático rápido e eficiente. Desta forma, oferece vários benefícios face a um único datacenter empresarial, incluindo latência de rede reduzida para aplicações e maiores economias de escala.

6. Fiabilidade

A informática em nuvem torna mais barato e fácil as cópias de segurança de dados, as recuperações após desastre e a continuidade de negócio, uma vez que os dados podem ser espelhados em vários locais redundantes na rede do fornecedor do serviço em nuvem.

Tipos de serviços cloud: IaaS, PaaS, SaaS

A maioria dos serviços de informática em nuvem inserem-se em três amplas categorias: infraestrutura como serviço (IaaS), plataforma como serviço (PaaS) e software como serviço (SaaS). Por vezes, estas categorias são denominadas “pilha de informática em nuvem“, porque são criadas umas por cima das outras. Conhecer os tipos de serviços e aquilo em que diferem permite-lhe atingir mais facilmente os seus objetivos empresariais.

Infraestrutura como serviço (IaaS)

A categoria mais básica dos serviços de informática em nuvem. Com IaaS, a infraestrutura de TI é alugada — servidores e máquinas virtuais (VMs), armazenamento, redes, sistemas operativos — junto de um fornecedor de serviços em nuvem num modelo pay-as-you-go. Para saber mais, veja O que é IaaS?

Plataforma como serviço (PaaS)

Plataforma como serviço (PaaS) refere-se aos serviços de informática em nuvem que fornecem um ambiente a pedido para desenvolver, testar, fornecer e gerir aplicações de software. A categoria PaaS foi concebida para permitir aos programadores criar rapidamente aplicações Web ou móveis, sem que tenham de se preocupar com configurar ou gerir a infraestrutura subjacente de servidores, armazenamento, rede e bases de dados necessários para o desenvolvimento. Para saber mais, veja O que é PaaS?

Software como serviço (SaaS)

Software como serviço (SaaS) é um método para fornecer aplicações de software através da Internet, a pedido e, geralmente, segundo um modelo de subscrição. Com SaaS, os fornecedores de serviços em nuvem alojam e gerem a aplicação de software e a infraestrutura subjacente e incumbem-se de toda a manutenção, como atualizações de software e aplicação de patches de segurança. Os utilizadores ligam-se à aplicação através da Internet, normalmente com um browser no telemóvel, no tablet ou no computador. Para saber mais, veja O que é SaaS?

Tipos de implementações da nuvem: pública, privada e híbrida

Nem todas as nuvens são iguais. Existem três formas diferentes de implementar os recursos de informática em nuvem: nuvem pública, nuvem privada e nuvem híbrida.

Nuvem pública

As nuvens públicas são detidas e operadas por fornecedores de serviços em nuvem externos, que disponibilizam os respetivos recursos informáticos, como servidores e armazenamento através da Internet. O Microsoft Azure é um exemplo de nuvem pública. Nas nuvens públicas, o hardware, o software e as outras infraestruturas de apoio são detidos e geridos pelo fornecedor de serviços em nuvem. O acesso a estes serviços e a gestão da sua conta são feitos através de um browser.

Nuvem privada

Nuvem privada refere-se aos recursos de informática em nuvem utilizados exclusivamente por uma única empresa ou organização. As nuvens privadas podem estar localizadas fisicamente no dacacenter no local das empresas. Algumas empresas também pagam a fornecedores de serviços externos para alojar as respetivas nuvens privadas. Nas nuvens privadas, os serviços e as infraestruturas são mantidos numa rede privada.

Nuvem híbrida

As nuvens híbridas combinam as nuvens pública e privada, vinculadas através de uma tecnologia que permite que os dados e as aplicações sejam partilhados entre elas. Ao proporcionar a transmissão de dados e aplicações entre nuvens privadas e públicas, a nuvem híbrida oferece às empresas mais flexibilidade e mais opções de implementação.

Como funciona a informática em nuvem

Os vários serviços de informática em nuvem funcionam de forma diferente, consoante o fornecedor. Contudo, muitos deles oferecem um dashboard amigável e baseado no browser que permite aos profissionais de TI e aos programadores encomendar recursos e gerir as respetivas contas mais facilmente. Alguns serviços de informática em nuvem também são concebidos para funcionar com APIs REST e uma interface de linha de comandos (CLI), dando aos programadores diversas opções.

A Microsoft e a informática em nuvem

A Microsoft é um fornecedor global líder no mercado dos serviços de informática em nuvem para empresas de todas as dimensões. Para saber mais sobre a nossa plataforma na nuvem, o Microsoft Azure, e compará-lo com outros fornecedores de nuvem, veja O que é o Azure? e Azure vs. AWS.