O que são clouds públicas, privadas e híbridas?

Entender as suas opções

Assim que compreender a premissa básica da informática na cloud que, em termos simples, é a disponibilização de serviços de informática na Internet, irá constatar que existem diferentes formas de implementar recursos da cloud. As opções de implementação incluem a cloud pública, privada e híbrida. Os três cenários proporcionam benefícios semelhantes, incluindo a relação custo-eficácia, o desempenho, a fiabilidade e o dimensionamento — mas o método de implementação escolhido depende das suas necessidades empresariais.

O que são é uma cloud pública?

As clouds públicas são a forma mais comum de implementar a informática na cloud. Os recursos da cloud (como servidores e armazenamento) são detidos e operados por um fornecedor de serviços cloud externo e disponibilizados através da Internet. O Microsoft Azure é um exemplo de cloud pública. Nas clouds públicas, o hardware, o software e as outras infraestruturas de apoio são detidos e geridos pelo fornecedor de serviços cloud. Numa cloud pública, partilha o mesmo hardware, armazenamento e dispositivos de rede com outras organizações ou “inquilinos” da cloud. O acesso aos serviços e a gestão da sua conta são feitos através de um browser. As implementações na cloud pública são, muitas vezes, utilizadas para fornecer e-mail baseado em Web, aplicações do Office online, armazenamento e ambientes de teste e desenvolvimento.

Vantagens das clouds públicas:

  • Custos mais baixos — sem necessidade de comprar hardware ou software, e só paga pelo serviço que utilizar.
  • Sem manutenção — o seu fornecedor de serviços disponibiliza a manutenção.
  • Escalabilidade quase ilimitada — estão disponíveis recursos a pedido para corresponder às suas necessidades empresariais.
  • Alta fiabilidade — uma rede ampla de servidores protege contra falhas.

O que é uma cloud privada?

Uma cloud privada consiste nos recursos de informática utilizados exclusivamente por uma empresa ou organização. A cloud privada pode estar fisicamente localizada no datacenter no local da sua organização ou pode ser alojada por um fornecedor de serviços externo. No entanto, numa cloud privada os serviços e a infraestrutura são sempre mantidos numa rede privada, e o hardware e software são dedicados exclusivamente à sua organização. Desta forma, uma cloud privada pode tornar mais fácil a uma organização personalizar os respetivos recursos para corresponder a requisitos de TI específicos. As clouds privadas são, muitas vezes, utilizadas por agências governamentais, instituições financeiras e outras organizações médias a grandes com operações críticas para a empresa e que procuram um controlo melhorado do ambiente.

Vantagens das clouds privadas:

  • Mais flexibilidade — a sua organização pode personalizar o ambiente na cloud para corresponder a necessidades empresariais específicas.
  • Segurança melhorada — os recursos não são partilhados com outros; por conseguinte, é possível obter níveis mais elevados de controlo e segurança.
  • Alta escalabilidade — as clouds privadas também permitem a escalabilidade e eficiência de uma cloud pública.

O que é uma cloud híbrida?

Muitas vezes chamadas “o melhor de dois mundos”, as clouds híbridas combinam a infraestrutura no local, ou clouds privadas, com clouds públicas, para que as organizações possam tirar partidos das vantagens das duas. Numa cloud híbrida, os dados e as aplicações podem mover-se entre clouds privadas e públicas para uma maior flexibilidade e mais opções de implementação. Por exemplo, pode utilizar a cloud pública para necessidades com grande volume e baixa segurança, como e-mail baseado na Web, e a cloud privada (ou outra infraestrutura no local) para operações confidenciais e críticas para a empresa, como relatórios financeiros. Numa cloud híbrida, “cloud bursting” também é uma opção. Isto é quando uma aplicação ou um recurso são executados na cloud privada até haver um pico na procura (por exemplo, um evento sazonal como compras online ou a entrega da declaração de IRS), quando a organização pode “irromper” (burst) para a cloud pública, para aceder a recursos informáticos adicionais.

Vantagens das clouds híbridas:

  • Controlo — a sua organização pode manter uma infraestrutura privada para recursos confidenciais.
  • Flexibility — pode tirar partido de recursos adicionais na cloud pública quando precisar deles.
  • Relação custo-eficácia — com a capacidade de dimensionar para a cloud pública, só paga pelo poder de computação adicional quando necessário.
  • Facilidade — fazer a transição para a cloud não tem de ser complicado, pois pode migrar gradualmente — faseando as cargas de trabalho ao longo do tempo.

Opções de Implementação

Como pode ver, a cloud fornece muitas opções para implementações que são adequadas às necessidades de cada organização. Saiba mais sobre a informática na cloud:

Conta Gratuita

Bring your next great idea to life with the Azure Free Account

Comece já

Visual Studio

Os subscritores recebem até $1800 por ano de serviços do Azure adicionais

Ative agora

Startups

Adira ao programa BizSpark e receba serviços Azure gratuitos

Saiba mais