Computação sem servidor

Introdução às tecnologias sem servidor

O que é a computação sem servidor?

A computação sem servidor permite aos programadores criar aplicações mais rapidamente ao eliminar a necessidade de gestão da infraestrutura. Com aplicações sem servidor, o fornecedor de serviços cloud aprovisiona, dimensiona e gere automaticamente a infraestrutura necessária para executar o código.

Para compreender a definição de computação sem servidor, é importante ter em atenção que os servidores continuam a executar o código. O nome sem servidor vem do facto de as tarefas associadas ao aprovisionamento e gestão da infraestrutura serem invisíveis para o programador. Esta abordagem permite aos programadores aumentar a sua concentração na lógica de negócio e proporcionar mais valor ao núcleo do negócio. A computação sem servidor ajuda as equipas a aumentar a sua produtividade e comercializar os produtos mais rapidamente, além de permitir às organizações otimizar melhor os recursos e manter a concentração na inovação.

Principais benefícios da computação sem servidor

Sem gestão da infraestrutura

A utilização de serviços totalmente geridos permite aos programadores evitar tarefas administrativas e concentrar-se na lógica de negócio principal. Com uma plataforma sem servidor, só tem de implementar o código, o qual é depois executado com elevada disponibilidade.

Escalabilidade dinâmica

Com a computação sem servidor, a infraestrutura aumenta e reduz verticalmente de forma dinâmica em segundos para corresponder às exigências de qualquer carga de trabalho.

Tempo de comercialização mais rápido

As aplicações sem servidor reduzem as dependências das operações em cada ciclo de desenvolvimento, o que permite aumentar a agilidade das equipas de desenvolvimento para fornecer mais funcionalidade em menos tempo.

Utilização mais eficiente de recursos

Mudar para tecnologias sem servidor ajuda as organizações a reduzir o TCO e a realocar os recursos para acelerar o ritmo de inovação.

Padrões de aplicações sem servidor

Os programadores criam aplicações sem servidor através de vários padrões de aplicações, muitos dos quais estão alinhados com abordagens já familiares, de forma a cumprir requisitos e necessidades empresariais específicos.

Funções sem servidor

As funções sem servidor aceleram o desenvolvimento ao utilizarem um modelo orientado por eventos com acionadores que executam código automaticamente para responder aos eventos e enlaces de forma a integrarem serviços adicionais sem problemas. Um modelo de pagamento por execução com faturação de frações de segundos cobra apenas o tempo e os recursos necessários para executar o código.

Kubernetes Sem Servidor

Os programadores utilizam os seus próprios contentores em clusters orquestrados pelo Kubernetes totalmente geridos que conseguem aumentar e reduzir verticalmente com alterações súbitas no tráfego em grandes cargas de trabalho.

Fluxos de trabalho sem servidor

Os fluxos de trabalho sem servidor utilizam uma abordagem com pouco/nenhum código para simplificar a orquestração de tarefas combinadas. Os programadores podem integrar diferentes serviços (na cloud ou no local) sem codificar essas interações, manter código glue ou aprender novas APIs ou especificações.

Ambientes de aplicações sem servidor

Com um ambiente de aplicações sem servidor, o back-end e o front-end são alojados em serviços totalmente geridos que processam os requisitos de dimensionamento, segurança e conformidade.

Gateway de API sem servidor

Um gateway de API sem servidor é um ponto de entrada totalmente gerido e centralizado para serviços de back-end sem servidor. Permite aos programadores publicar, gerir, proteger e analisar APIs à escala global.

Motivo pelo qual é importante ter uma plataforma sem servidor ponto a ponto

Uma abordagem sem servidor proporciona aos programadores, equipas e organizações um nível de abstração que lhes permite minimizar o tempo e os recursos investidos na gestão da infraestrutura. Cada componente de uma aplicação beneficia desta abordagem, desde a computação e o motor de base de dados às mensagens, análises e IA. A utilização de uma plataforma sem servidor ponto a ponto que forneça um conjunto abrangente de tecnologias sem servidor é a melhor forma de garantir que a organização obtém o máximo benefício de ser sem servidor.

Saiba mais sobre a plataforma sem servidor ponto a ponto do Azure

Começar a criar aplicações sem servidor