Infraestrutura global do Azure

Mais de 60 regiões, mais do que qualquer outro fornecedor de cloud

Descubra um novo mundo de infraestruturas de cloud sustentáveis e de confiança com o Azure

Proteja os seus dados com a cloud de confiança

Tire partido da segurança com várias camadas nos datacenters físicos, infraestruturas e operações com o Azure. Ajude a proteger os seus dados e ativos empresariais com sistemas de segurança física líderes do setor e um portfólio completo de ofertas de conformidade e padrões de privacidade.

Saiba mais sobre a cloud de confiança

Alcance os seus objetivos de sustentabilidade

Utilizar o Microsoft Azure é até 98 por cento mais eficiente em termos de carbono do que utilizar um datacenter empresarial tradicional. Junte-se à crescente comunidade de líderes do setor que estão a reduzir a utilização de energia e a transitar para uma rede mais neutra em termos de carbono com o Azure.

A Microsoft é neutra em termos de carbono desde 2012 e está empenhada em ter uma pegada de carbono negativa até 2030, com o compromisso de, até 2050, remover todo o carbono que emitiu diretamente desde a sua fundação em 1975. Tire partido das lições retiradas do próprio percurso de sustentabilidade da Microsoft e ajude a promover um futuro de baixo carbono, ao mesmo tempo que alcança os seus próprios objetivos de sustentabilidade.

Saiba mais sobre a sustentabilidade do Azure

Execute sistemas fundamentais para a atividade com confiança

O Azure oferece uma infraestrutura de cloud de nível empresarial na qual os clientes e parceiros podem confiar. Esta infraestrutura inclui elementos físicos como alimentação redundante, rede e arrefecimento, bem como elementos de software como processos de implementação seguros, manutenção sem impacto e previsão de falhas possibilitada por machine learning.

Independentemente dos seus objetivos de nível de serviço, o Azure permite-lhe alcançar os objetivos de fiabilidade da sua organização. Tire partido das funcionalidades incorporadas que o ajudam a conceber e operar sistemas fundamentais para a atividade com confiança, em cenários de elevada disponibilidade, recuperação após desastre e cópia de segurança.

Saiba mais sobre fiabilidade com a Microsoft

Adote a infraestrutura do futuro

Saiba como a Microsoft está a melhorar o desempenho, a eficiência, o consumo energético e os custos dos datacenters do Azure para as suas cargas de trabalho na cloud, com inovações em infraestruturas como os datacenters subaquáticos, projetos de arrefecimento por imersão em líquido e tecnologias de células de combustível de hidrogénio.

Para que outras pessoas possam beneficiar destas inovações, o Azure partilha os designs de servidores e infraestruturas, enfatizando a segurança e a normalização, no âmbito do Open Compute Project — que promove um dinâmico ecossistema de setores para a implementação global de datacenters na cloud.

Saiba mais sobre como estar preparado para o futuro com o Azure

Guia para os termos da infraestrutura global do Azure

  • A infraestrutura global do Azure é composta por dois componentes-chave: infraestrutura física e componentes de rede de ligação. O componente físico é composto por mais de 160 datacenters físicos, organizados em regiões e ligados por uma das maiores redes interligadas do planeta.

    Com a conectividade da rede global do Azure, cada um dos datacenters do Azure fornece elevada disponibilidade, baixa latência, escalabilidade e os mais recentes avanços na infraestrutura de cloud - tudo em execução na plataforma do Azure.

    Juntos, estes componentes mantêm os dados inteiramente dentro da rede fidedigna da Microsoft e o tráfego IP nunca entra na Internet pública.

  • Os datacenters do Azure são edifícios físicos exclusivos - localizados em todo o mundo - que abrigam um grupo de servidores de computador em rede.
  • Uma região do Azure é um conjunto de datacenters implementados num perímetro definido por latência e ligado através de uma rede regional dedicada de baixa latência.

    Com regiões mais globais do que qualquer outro fornecedor de cloud, o Azure oferece aos clientes flexibilidade para implementarem aplicações onde precisam. Uma região do Azure tem preços discretos e disponibilidade de serviços.

  • Uma geografia do Azure é um mercado discreto que, geralmente, contém duas ou mais regiões e que preserva a residência de dados e os limites de conformidade. As geografias permitem aos clientes com necessidades de residência de dados específicos e conformidade aproximarem os seus dados e aplicações. As geografias têm tolerância a falhas para suportarem uma falha total da região através da sua ligação à infraestrutura de rede de alta capacidade dedicada do Azure.
  • As Zonas de Disponibilidade do Azure são localizações físicas exclusivas numa região do Azure que fornecem elevada disponibilidade para proteger as suas aplicações e os dados contra as falhas dos datacenters. Cada zona é composta por um ou mais datacenters equipados com energia, refrigeração e rede independentes.

    A separação física das zonas de disponibilidade numa região protege as aplicações e os dados de falhas ao nível da instalação. Os serviços com redundância entre zonas replicam as suas aplicações e os seus dados entre Zonas de Disponibilidade do Azure para os proteger contra pontos únicos de falha.

  • A rede global do Azure refere-se a todos os componentes de rede e é composta pela rede alargada (WAN) global da Microsoft, pontos de presença (PoPs), fibra, entre outros.
  • Os Azure Edge Zones são extensões de espaço do Azure, colocados em áreas densamente povoadas. Os Azure Edge Zones suportam máquinas virtuais (VMs), contentores e um conjunto selecionado de serviços do Azure que lhe permitem executar aplicações sensíveis à latência e com débito intensivo perto dos seus utilizadores finais.

    Os Azure Edge Zones fazem parte da rede global da Microsoft e oferecem conectividade segura, fiável e de elevada largura de banda entre aplicações executadas no Azure Edge Zone (perto do utilizador), e o conjunto completo de serviços Azure executados nas regiões maiores do Azure.

  • A rede alargada (WAN) global da Microsoft liga centenas de datacenters em regiões de todo o mundo e oferece elevada disponibilidade e capacidade. Com a flexibilidade para responder imediatamente a picos de procura imprevisíveis, a WAN global é fundamental para proporcionar uma experiência de serviço cloud excecional.
  • Um ponto de presença do Azure, muitas vezes indicado pela abreviatura PoP, é um ponto de acesso ou uma localização física onde o tráfego pode entrar ou sair da rede global da Microsoft.
  • Os gateways de rede regional são interligações entre datacenters de hiperescala massivamente paralelos numa região, sem a necessidade de ligar em rede cada datacenter individual aos restantes datacenters de uma região.

    Isto garante que os problemas de ligação num datacenter não afetam a região no seu todo. Também permite a adição de novos datacenters sem a necessidade de encaminhar ligações de rede diretas para cada datacenter existente.

Melhorar o desempenho com menos latência

Saiba como o Azure e a sua infraestrutura de rede global estão a investir numa infraestrutura rápida e distribuída para eliminar quase todas as preocupações de latência, que é um dos principais obstáculos de desempenho para aplicações modernas, dispositivos ligados e serviços móveis.

Explore o acesso de latência ultra-baixa para os seus grandes requisitos de dados e conectividade com o Azure Edge Zone, que fornece computação, armazenamento e serviços como contentores no edge.

Estamos prontos para começar – vamos configurar a sua conta gratuita