Suporte do Azure

Suporte técnico e de cobrança

Declaração de Privacidade da Prévia de Tecnologia do Cliente do Microsoft Endpoint Protection para Azure

Última atualização: Março de 2012

A Microsoft está comprometida em proteger sua privacidade e, ao mesmo tempo, oferecer software que proporcione o desempenho, a potência e a conveniência que você deseja em seu computador pessoal. Esta política de privacidade explica muitas das práticas de uso e coleta de dados do Microsoft Endpoint Protection for Azure, CTP ("Azure EPP"). Esta é uma divulgação preliminar que se concentra nos recursos que se comunicam com a Internet e não se trata de uma lista completa.

O Microsoft Endpoint Protection para Azure fornece proteção antimalware ao sistema operacional Azure que opera os serviços Azure na nuvem. Um Módulo de Importação Azure é fornecido para habilitar e configurar a proteção antimalware como parte da implantação de um serviço Azure. Durante a implantação do serviço, o antimalware é instalado e atualizado em cada máquina virtual (virtual machine, VM) de função do Azure.

O Microsoft Endpoint Protection para Azure ajuda a proteger sua máquina virtual de software mal-intencionado (malware) como vírus, spyware e outros softwares potencialmente prejudiciais.

Ele oferece três maneiras de ajudar a proteger sua máquina virtual de malware e de outros softwares potencialmente indesejados:

  • Proteção em tempo real. O Microsoft Endpoint Protection para Azure o alerta quando houver tentativas de malware, spyware ou software potencialmente indesejado de instalar ou executar em sua máquina virtual. Ele também o alerta quando programas tentarem alterar configurações importantes do Windows.
  • Opções de varredura. Você pode usar o Microsoft Endpoint Protection para Azure para fazer varreduras à procura de ameaças, vírus e outros softwares potencialmente indesejados que possam ser instalados em sua máquina virtual, para programar varreduras regularmente e para remover automaticamente software mal-intencionado detectado durante a varredura.
  • Detecção/Correção. Se for detectado software mal-intencionado em sua máquina virtual, determinadas ações serão tomadas automaticamente para remover o software mal-intencionado e proteger sua máquina virtual de potencial infecção. Assim que o software mal-intencionado for removido, o Microsoft Endpoint Protection para Azure também poderá redefinir algumas configurações do Windows (como sua página inicial e provedor de pesquisa).

Coleta e Uso de Informações

As informações coletadas sobre você serão usadas pela Microsoft e por suas subsidiárias e afiliadas controladas para ativar os recursos que você estiver usando e fornecer os serviços ou realizar as transações solicitadas ou autorizadas. Também podem ser usadas para analisar e melhorar os produtos e serviços Microsoft.

Podemos enviar determinadas comunicações de serviço obrigatórias, como cartas de boas-vindas, lembretes de cobrança, informações sobre problemas nos serviços técnicos e anúncios de segurança. Alguns serviços Microsoft podem enviar cartas periódicas aos membros que são consideradas como parte do serviço. Ocasionalmente, podemos solicitar seu feedback, convidá-lo a participar de pesquisas ou enviar malas diretas promocionais informando sobre outros produtos ou serviços disponibilizados pela Microsoft a suas afiliadas.

Para oferecer uma experiência personalizada e mais consistente em suas interações com a Microsoft, as informações coletadas por meio de um serviço da Microsoft podem ser combinadas com as informações obtidas por meio de outros serviços da Microsoft. Também podemos complementar as informações coletadas com as informações obtidas de outras empresas. Por exemplo, podemos usar os serviços de outras empresas que nos permitem obter uma área geográfica geral com base em seu endereço IP para personalizar determinados serviços para sua área geográfica.

Exceto conforme descrito nesta política, as informações pessoais fornecidas não serão transferidas para terceiros sem seu consentimento. Ocasionalmente, podemos contratar outras empresas para fornecer serviços limitados em nosso nome, como empacotamento, envio e entrega de compras e outros serviços de mala direta, envio de respostas a perguntas de clientes sobre produtos ou serviços, processamento de registro de eventos ou realização de análises estatísticas de nossos serviços. A essas empresas, forneceremos somente as informações pessoais das quais elas necessitam para fornecer o serviço e elas estão proibidas de usá-las para qualquer outra finalidade.

A Microsoft poderá ter acesso ou divulgar informações sobre você, incluindo o conteúdo das comunicações, para: (a) cumprir a lei ou responder a uma determinação judicial ou processo legal; (b) proteger os direitos ou a propriedade da Microsoft ou dos seus clientes, incluindo a aplicação dos contratos ou das diretivas da Microsoft que regem o uso dos serviços ou (c) agir acreditando de boa-fé que tal acesso ou divulgação sejam necessários para proteger a segurança pessoal dos funcionários, clientes ou público da Microsoft. Também podemos divulgar informações pessoais como parte de uma transação corporativa tal como uma fusão ou venda de ativos.

As informações coletadas por ou enviadas para a Microsoft pelo Azure EPP poderão ser armazenadas e processadas nos Estados Unidos ou em qualquer outro país no qual a Microsoft ou suas afiliadas, subsidiárias ou provedores de serviços mantenham instalações. A Microsoft segue a estrutura de "safe harbor" (porto seguro) estabelecidas pelo Departamento de Comércio dos Estados Unidos da América para a coleta, o uso e a retenção de dados coletados na União Europeia, Área Econômica Europeia e Suíça. 

Coleta e Uso de Informações sobre a máquina virtual

Quando você usar o software com os recursos habilitados para Internet, as informações sobre sua máquina virtual (“informações padrão do computador”) serão enviadas para os sites que você visitar e para os serviços online que você usar. A Microsoft usa informações padrão do computador para fornecer serviços de Internet, para ajudar ajudando a aprimorar os produtos e serviços e as análises estatísticas. As informações padrão do computador geralmente incluem informações como endereço IP, versão do sistema operacional, versão do navegador e configurações regionais e de idioma. Em alguns casos, as informações padrão do computador também podem incluir ID de hardware, que indica o fabricante do dispositivo, o nome de dispositivo e a versão. Se um determinado recurso ou serviço enviar informações para a Microsoft, informações padrão do computador também serão enviadas. 

Como esta é uma versão de pré-lançamento do software, alguns dos recursos ativados pela Internet estão habilitados por padrão para que possamos coletar informações suficientes sobre o funcionamento do software com a finalidade de melhorar o software lançado comercialmente. As configurações padrão deste software de pré-lançamento não refletem necessariamente como esses recursos serão configurados no software lançado comercialmente.

Os detalhes de privacidade de cada recurso, software ou serviço do Azure EPP, listado nesta política de privacidade, descrevem quais informações adicionais serão coletadas e como serão usadas.

Segurança de suas informações

A Microsoft compromete-se a ajudar a proteger a segurança das suas informações. Com essa finalidade, são usadas diversas tecnologias e procedimentos de segurança para ajudar a proteger suas informações de acesso, uso ou divulgação não autorizadas.

Alterações nesta política de privacidade

Ocasionalmente, atualizaremos a política de privacidade para refletir as mudanças em nossos produtos, serviços e feedback do cliente. Quando essas alterações forem publicadas, a Microsoft alterará também a data da "última atualização" exibida na parte superior desta política. Se houver alterações significativas nesta política ou na maneira como a Microsoft usará suas informações pessoais, você será notificado pela publicação de um aviso com essas alterações antes de implementar a alteração ou pelo envio de uma notificação diretamente a você. A Microsoft incentiva que você consulte periodicamente esta política para obter informações sobre como as suas informações estão sendo protegidas.

Para Obter Mais Informações

A Microsoft receberá com prazer os seus comentários sobre esta política de privacidade. Se você tiver dúvidas sobre esta instrução ou acreditar que ela não está sendo cumprida pela Microsoft, entre em contato conosco aqui

Privacidade da Microsoft

Microsoft Corporation
One Microsoft Way
Redmond, Washington 98052 USA

Recursos específicos

Histórico

O que este recurso faz: Este recurso fornece uma lista de todos os malwares ou de malwares suspeitos que o Microsoft Endpoint Protection para Azure detectou em sua máquina virtual e as ações que foram tomadas quando esses programas foram detectados. As informações exibidas na guia Histórico são para os itens detectados para todos os usuários - não por usuário.

Informações coletadas, processadas ou transmitida: Uma lista de todos os malware ou suspeitas de malware que o Microsoft Endpoint Protection para Azure detectou em sua máquina virtual e as ações adotadas sobre estes itens são armazenadas em sua máquina virtual. Essas listas incluem a atividade do Microsoft Endpoint Protection para Azure para todos os usuários locais na máquina virtual. As listas são enviadas para a Microsoft como parte de sua associação básica no MAPS.

Escolha e controle: As listas do histórico podem ser excluídas pelo administrador de máquina virtual do Azure. Por padrão, todos os itens são exibidos para todos os usuários. Para permitir que somente o administrador da máquina virtual visualize todos os itens, na guia Configurações, selecione a guia Avançado e desmarque a opção Permitir que todos os usuários vejam os resultados completos do Histórico.

Varredura automática para malware

O que este recurso faz: o Microsoft Endpoint Protection para Azure inclui um recurso de digitalização automática, que escaneia sua máquina virtual e o alerta se detectar malware. Você pode ativar ou desativar a varredura automática e alterar a frequência e o tipo de varreduras usando a guia Configurações do Microsoft Endpoint Protection para Azure. Também é possível escolher quais ações são automaticamente aplicadas ao software que o Microsoft Endpoint Protection for Azure detecta durante uma verificação programada. Em caso de ameaças graves, determinadas ações serão automaticamente executadas por padrão a fim de remover o software malicioso e proteger sua máquina virtual contra uma possível infecção adicional. Assim que o software mal-intencionado for removido, o Microsoft Endpoint Protection para Azure também poderá redefinir algumas configurações do Windows (como sua página inicial e provedor de pesquisa).

Informações coletadas, processadas ou transmitida: Uma lista de todos os malware ou suspeitas de malware que o Microsoft Endpoint Protection para Azure detectou em sua máquina virtual e as ações adotadas sobre estes itens são armazenadas em sua máquina virtual. Essas listas incluem a atividade do Microsoft Endpoint Protection para Azure para todos os usuários locais na máquina virtual. As listas são enviadas para a Microsoft como parte de sua associação básica no MAPS.

Escolha e controle: a verificação automática é ativada por padrão. Embora não recomendado, você pode desativar a verificação automática usando a guia Configurações do Microsoft Endpoint Protection for Azure.

Proteção em tempo real

O que este recurso faz: O recurso de proteção em tempo real do Microsoft Endpoint Protection para Azure o alerta quando houver tentativas de vírus, spyware e outros softwares potencialmente indesejados de se instalarem ou executarem em sua máquina virtual. Também é possível escolher quais ações são automaticamente aplicadas ao software em caso de ameaças de gravidades baixa e média que o Microsoft Endpoint Protection for Azure detecta. Em caso de ameaças graves, determinadas ações serão automaticamente executadas a fim de remover o software malicioso e proteger sua máquina virtual contra uma possível infecção adicional. Assim que o software mal-intencionado for removido, o Microsoft Endpoint Protection para Azure também poderá redefinir algumas configurações do Windows (como sua página inicial e provedor de pesquisa).

Informações coletadas, processadas ou transmitida: Uma lista de todos os malware ou suspeitas de malware que o Microsoft Endpoint Protection para Azure detectou em sua máquina virtual e as ações adotadas sobre estes itens são armazenadas em sua máquina virtual. Essas listas incluem a atividade do Microsoft Endpoint Protection para Azure para todos os usuários locais na máquina virtual. As listas são enviadas para a Microsoft como parte de sua associação básica no MAPS.

Escolha e controle: a proteção em tempo real é ativada por padrão. Embora não recomendado, você pode desativar a proteção em tempo real usando a guia Configurações do Microsoft Endpoint Protection for Azure.

Extensão do Shell

O que este recurso faz: A extensão do shell é uma ferramenta de varredura, que permite que você selecione arquivos e/ou pastas específicos e faça a varredura neles usando o Microsoft Endpoint Protection para Azure.

Informações coletadas, processadas ou transmitida: Uma lista de todos os malware ou suspeitas de malware que o Microsoft Endpoint Protection para Azure detectou em sua máquina virtual e as ações adotadas sobre estes itens são armazenadas em sua máquina virtual. Essas listas incluem a atividade do Microsoft Endpoint Protection para Azure para todos os usuários locais na máquina virtual. Essas listas são enviadas para a Microsoft, se você estiver inscrito na associação básica no MAPS.

Escolha e controle: O recurso de extensão do shell é uma ferramenta manual que você pode escolher usá-la ou não.

Microsoft Active Protection Service (MAPS)

O que este recurso faz: O Microsoft Active Protection Service (MAPS), uma comunidade antimalware, é uma comunidade voluntária mundial que inclui usuários do Microsoft Endpoint Protection para Azure. Se o Microsoft Endpoint Protection for Azure estiver ativado, o MAPS poderá relatar malware e outras formas de software potencialmente indesejado para a Microsoft. Se um relatório do MAPS incluir detalhes sobre malware ou software potencialmente indesejado que o Microsoft Endpoint Protection for Azure puder remover, o MAPS fará download da assinatura mais recente para resolver o problema. O MAPS também poderá encontrar “falsos positivos” (algo erroneamente identificado como malware) e corrigi-los.

Informações coletadas, processadas ou transmitida: este recurso envia relatórios sobre malware e software potencialmente indesejados para a Microsoft. Esses relatórios incluem informações sobre os arquivos ou aplicativos em questão, como nomes do arquivo, hash criptográfico, fornecedor, tamanho e marcações de data e hora. Além disso, o MAPS pode coletar as URLs completas para indicar a origem do arquivo, que podem ocasionalmente conter informações pessoais, como termos de busca ou dados inseridos em formulários. Os relatórios também podem incluir as ações que você aplicou quando o Microsoft Endpoint Protection para Azure o notificou que o software foi detectado. Os relatórios do MAPS incluem essas informações para ajudar a Microsoft a avaliar a efetividade da capacidade do Microsoft Endpoint Protection para Azure de detectar e remover malware e software potencialmente indesejados.

Se o Microsoft Endpoint Protection para Azure e o MAPS estiverem ambos habilitados em sua máquina virtual, os relatórios do MAPS serão enviados automaticamente para a Microsoft quando:

  • O Microsoft Endpoint Protection para Azure detectar software ou alterações em sua máquina virtual por software que ainda não tenha passado por análise de riscos.
  • O Microsoft Endpoint Protection para Azure aplica ações a malware (como parte de sua remediação automática) após a detecção.
  • O Microsoft Endpoint Protection para Azure conclui uma varredura programada e aplica automaticamente as ações no software que o detectou, de acordo com as suas configurações.

Se o MAPS relatar novos malwares para a Microsoft que o Microsoft Endpoint Protection para Azure pode remover, novas assinaturas serão automaticamente baixadas em sua máquina virtual, ajudando a proteger sua máquina de forma mais rápida de potenciais ameaças.

Você pode ingressar no MAPS com uma associação básica ou avançada. Caso opte por habilitar o MAPS (por exemplo, quando você escolhe as configurações na instalação do Microsoft Endpoint Protection para Azure), você ingressa com uma associação básica. Relatórios de membros básicos contêm as informações descritas nesta seção. Os relatórios de membro avançado são mais abrangentes e podem ocasionalmente conter informações pessoais de, por exemplo, caminhos de arquivo e despejos parciais de memória. Esses relatórios, junto com os relatórios de outros usuários do Microsoft Endpoint Protection para Azure que estão participando do MAPS, ajudam nossos pesquisadores a descobrirem novas ameaças mais rapidamente. As definições do malware são criadas para aplicativos que atendem aos critérios de análise, e as definições atualizadas são disponibilizadas a todos os usuários por meio do Windows Update.

Se você ingressar no MAPS com uma associação básica ou avançada, a Microsoft pode solicitar um relatório de envio de amostra. Este relatório contém arquivos específicos da sua máquina virtual que a Microsoft suspeita que poderiam ser software potencialmente indesejados. O relatório é usado para análise. Será perguntado a você, a cada ocorrência, se você deseja enviar um relatório de envio de amostra para a Microsoft.

Para ajudar a proteger sua privacidade, os relatórios que são enviados para a Microsoft estão criptografados.

Uso de informações: Os relatórios do MAPS são usados para melhorar os softwares e serviços da Microsoft. Os relatórios também podem ser usados para fins estatísticos ou para outras finalidades de testes ou analíticas e para gerar definições. Apenas os funcionários, prestadores de serviço, parceiros e fornecedores da Microsoft que possuem uma necessidade comercial de usar os relatórios recebem acesso a eles. O MAPS não coleta intencionalmente informações pessoais. Até a extensão de que o MAPS colete quaisquer informações pessoais, a Microsoft não as usará para identificá-lo nem contatá-lo.

Escolha e controle:a associação padrão do MAPS para o Microsoft Endpoint Protection para Azure é a básica. Após a instalação, você pode alterar as configurações ou sua associação ao MAPS a qualquer momento utilizando o menu Ferramentas no Microsoft Endpoint Protection para Azure, no Painel de Controle da área de trabalho. Observe que o MAPS só funciona se o Microsoft Endpoint Protection para Azure tiver sido ativado em sua máquina virtual.

Programa de Aperfeiçoamento da Experiência do Cliente

O que este recurso faz: O Programa de Aperfeiçoamento da Experiência do Usuário (“CEIP”) coleta informações básicas sobre a configuração de hardware e a forma como você usa o software e os serviços para identificar tendências e padrões de uso. O CEIP também coleta o tipo e o número de erros encontrados, o desempenho de software e hardware e a velocidade dos serviços. Não coletaremos seu nome, endereço nem outras informações de contato.

Informações coletadas, processadas ou transmitidas: Para saber mais sobre as informações coletadas, processadas ou transmitidas pelo CEIP, consulte a política de privacidade do CEIP.

Uso de Informações: Usamos essas informações para melhorar a qualidade, a confiabilidade e o desempenho do software e dos serviços Microsoft.

Opção/Controle:  O CEIP é ativado por padrão. Após a instalação, você pode alterar e desativar o CEIP a qualquer momento, usando o diálogo de tempo de execução de recusa do CEIP. No menu Ajuda, abra o link “Customer Experience Improvement Program” (Programa de Aprimoramento da Satisfação do Cliente) e marque o botão de opção “No Join” (Não Ingressar).