Perguntas frequentes do Q&A Maker

  • O QnA Maker tem como finalidade principal fornecer uma fonte de dados de perguntas frequentes que você pode consultar do seu Bot/Aplicativo. Embora os desenvolvedores achem isso útil, os proprietários de conteúdo terão grandes benefícios com esta ferramenta. O QnA Maker é uma maneira totalmente sem código para gerenciar o conteúdo que abastece seu Bot/Aplicativo.
  • Você pode fazer logon com a sua conta da Microsoft.
  • Sim, atualmente a ferramenta QnA Maker é gratuita. No entanto, mensuramos o uso por conta. Consulte a seção Chaves de Assinatura da documentação para obter detalhes.
  • É possível que a ferramenta não possa extrair automaticamente o QnA das URLs de perguntas frequentes válidas. Nesses casos, você tem a opção de copiar e colar o conteúdo do QnA em um txt e tentar ingeri-lo. Como alternativa, você sempre pode adicionar conteúdo de modo editorial à sua base de dados de conhecimento.
  • Damos suporte para dois formatos de arquivos para a ingestão.

    1. .tsv: QnA contido no formato Pergunta-Resposta
    2. .txt, .docx, .pdf: QnA contido como conteúdo regular de perguntas e respostas, ou seja, uma sequência de perguntas e respostas.
  • Atualmente, temos um limite de 20 MB para a base de dados de conhecimento.
  • Todas as operações de edição, seja a Atualização de tabela, Teste ou Configurações, precisam ser salvas antes de serem publicadas. Certifique-se de pressionar o botão Salvar e reciclar após cada operação de edição.
  • Atualmente, a ferramenta QnA Maker gerencia o conteúdo semiestruturado de perguntas frequentes. Eventualmente, a visão deve ser capaz de responder a perguntas de conteúdo não estruturado também.
  • Não, você não precisa. No entanto, o QnA Maker é oferecido como um dos vários modelos no Serviço de Bot do Azure, que permite o desenvolvimento de bot inteligente alimentado pelo Microsoft Bot Framework e executado em um ambiente sem servidor. Escala de bots sob demanda; pague apenas pelos recursos que consumir.
  • O formato em que o arquivo para upload deve estar é de colunas separadas por guias de Perguntas, Respostas e Fontes.
  • Você deverá atualizar suas chaves de assinatura se suspeitar que elas foram comprometidas. Qualquer solicitação com sua chave de assinatura contará para a sua cota.
  • Todo conteúdo da base de dados de conhecimento é mantido no armazenamento do Azure pela ferramenta QnAMaker. Você precisa de uma combinação da ID da base de dados de conhecimento e da chave de assinatura para acessar a base de dados de conhecimento. O conteúdo da base de dados de conhecimento não é usado pela ferramenta para nenhuma outra finalidade.
  • A base de dados de conhecimento dá suporte ao Markdown. No entanto, a extração automática das URLs limitou a capacidade de conversão de HTML para Markdown. Se quiser usar o Markdown completo, você poderá modificar seu conteúdo diretamente na Tabela ou fazer o upload de um KB com o conteúdo avançado.
  • A ferramenta QnA Maker ingere e compara dados na codificação UTF-16. Isso significa que qualquer idioma deverá funcionar como é. Dito isto, testamos de modo extensivo somente a relevância do serviço para EN até o momento.
  • No novo Serviço, não temos mais a URL de teste. O motivo é que, como parte dos serviços cognitivos, todas as chamadas estão sendo mensuradas. Uma vez que a URL de teste expõe a chave de assinatura e a ID do KB, isto é um risco à segurança. No entanto, ainda é muito fácil conversar usando seu KB e compartilhá-lo. Confira os Modelos de Bot do Azure para obter o Bot de Perguntas e Respostas. Você pode acionar o Bot do QnA no Skype com poucos cliques, e depois compartilhá-lo com qualquer pessoa.
  • Siga as etapas abaixo para inserir o serviço QnA Maker como um controle de webchat em seu site:

  • Os logs de chats são arquivos separados por tabulação, com a consulta e a frequência como as colunas. A frequência é o número de vezes que a mesma consulta foi visualizada. O arquivo é classificado em ordem decrescente de frequência. Selecione as perguntas do arquivo baixado que você deseja testar e, em seguida, faça o upload para ver quais respostas o sistema retornou para elas.