Um cliente precisa de CALs (Licenças de Acesso para Cliente) do Windows Server para se conectar a uma imagem do Windows Server em execução em Máquinas Virtuais do Azure?

Não. As CALs do Windows Server não são necessárias para acessar o Windows Server que é executado no ambiente do Azure, pois os direitos de acesso estão incluídos na cobrança por minuto para as máquinas virtuais. O uso do Windows Server no local (em VHD ou de outra maneira) requer a obtenção de uma licença separada, sujeita aos requisitos de licenciamento normais para uso do software no local.

Perguntas e respostas relacionadas

  • A Instância Gerenciada permite o dimensionamento de computação e de armazenamento de maneira independente. Os clientes pagam pela computação medida em vCores, pelo armazenamento e pelo backup medidos em GB (gigabytes).

    A Instância Gerenciada tem duas opções de preço:

    • Licença incluída: Exclui o Benefício Híbrido do Azure para SQL Server. Esta opção é para clientes que optam por não aplicar suas licenças do SQL Server existentes com o Software Assurance à Instância Gerenciada.
    • Taxa base: Preço reduzido que inclui o Benefício Híbrido do Azure para SQL Server. Os clientes podem optar por esse preço usando suas licenças do SQL Server com o Software Assurance.
  • A Instância Gerenciada é cobrada com uma taxa previsível por hora com base na camada de serviço, na computação provisionada em vCores, no armazenamento provisionado e no backup em GB por mês. Isso inclui o armazenamento de backup de até 100% do armazenamento total do seu banco de dados. Além disso, você será cobrado mensalmente por GB.

  • Os clientes do EA (Contrato Enterprise) podem comprar suporte técnico Standard do Azure e ProDirect por meio do revendedor ou do representante de vendas da Microsoft. O Suporte Developer não está disponível por meio do EA. Para clientes interessados no Suporte Unificado ou Premier, converse com um representante de vendas da Microsoft.

  • No momento, as máquinas virtuais oferecidas nas três promoções estarão disponíveis para implantação sob demanda até 31 de outubro de 2020. As máquinas virtuais promocionais implantadas antes disso continuarão a ser executadas. No entanto, essas máquinas virtuais não estarão disponíveis para novas implantações após a data de término da promoção.

  • O Benefício Híbrido do Azure para SQL Server ajuda a maximizar o valor dos seus investimentos atuais em licenciamento e a acelerar sua migração para a nuvem. O Benefício Híbrido do Azure para SQL Server é um benefício baseado no Azure que permite o uso de suas licenças do SQL Server com o Software Assurance ativo para pagar uma taxa reduzida (“taxa base”) no Banco de Dados SQL. O Benefício Híbrido do Azure para SQL Server está disponível para todas as opções baseadas em vCore: Instância Gerenciada do Banco de Dados SQL, Banco de Dados Individual e Pool Elástico. Você poderá aplicar esse benefício mesmo se o SKU estiver ativo, mas observe que a taxa base será aplicada no momento que você selecioná-lo no portal. Não há emissão retroativa de crédito. É possível ativar o Benefício Híbrido do Azure por meio do Portal do Azure, atestando que você tem licenças ativas suficientes com o Software Assurance. O Benefício Híbrido do Azure funciona da seguinte maneira:

    • Se tiver a Standard Edition por licenças de núcleo com o Software Assurance, você poderá obter um vCore na opção Uso Geral para cada núcleo de licença que você tiver localmente.
    • Se tiver a Enterprise Edition por licenças de núcleo com o Software Assurance, você poderá obter um vCore na opção Comercialmente Crítica (disponível em breve) para cada núcleo de licença que você tiver localmente. Observação: o Benefício Híbrido do Azure para SQL Server para a opção Comercialmente Crítica somente está disponível para os clientes do Enterprise Edition.
    • Se tiver a Enterprise Edition altamente virtualizada por licenças de núcleo com o Software Assurance, você poderá obter quatro vCores na opção Uso Geral para cada núcleo de licença que você tiver localmente. Esse é um benefício exclusivo de virtualização disponível somente no Azure.
  • Uma conexão agenciada é definida como uma das seguintes opções:

    1. Uma conexão AMQP de um cliente a um tópico, uma assinatura, uma fila ou um hub de eventos do Barramento de Serviço.
    2. Uma chamada HTTP para receber uma mensagem de um tópico ou uma fila do Barramento de Serviço que tem um valor de tempo limite de recebimento maior que zero. A Microsoft cobra pelo número máximo de conexões agenciadas simultâneas que excedem a quantidade incluída (1.000 nas camadas Standard e Premium). Os picos são medidos por hora, rateados dividindo por 730 horas em um mês e somados ao longo do período de cobrança mensal. A quantidade incluída (1.000 conexões agenciadas por mês) é aplicada no final do período de cobrança em relação à soma dos picos rateados por hora. Exemplos:
    3. 5.000 clientes estão conectados por meio de uma única conexão AMQP cada, recebem comandos de um tópico do Barramento de Serviço e enviam eventos para as filas. Se todos os clientes se conectarem por 12 horas todos os dias, você verá os seguintes encargos de conexão (além de outros encargos do Barramento de Serviço): 5.000 conexões * 12 horas * 30,5 dias / 730 = 2.500 conexões agenciadas. Após a provisão mensal de 1.000 conexões agenciadas, você pagará por 1.500 conexões agenciadas.
    4. 5.000 clientes recebem mensagens de uma fila do Barramento de Serviço por meio de HTTP, especificando um tempo limite diferente de zero. Se todos os dispositivos se conectarem por 12 horas todos os dias, você verá os seguintes encargos de conexão (além de outros encargos do Barramento de Serviço): 5.000 conexões de recebimento por HTTP * 12 horas por dia * 30,5 dias / 730 horas = 2.500 conexões agenciadas.