Migração na nuvem

Por que e como realizar uma transição bem-sucedida para a nuvem

Sua organização pode obter vantagens competitivas com a computação em nuvem, tais como mais eficiência, maior flexibilidade, redução de custos e melhor desempenho para seus aplicativos e serviços. Já que a computação em nuvem representa uma mudança em relação à maneira tradicional de pensar em recursos de TI, a transição para a nuvem requer atenção ao planejamento e à estratégia.

As migrações para a nuvem podem incluir uma transição da nuvem de um provedor para outra. Esse caso também requer atenção ao planejamento e a aplicação de muitas das mesmas considerações.

Avalie o custo e as necessidades

Aqui estão alguns pontos iniciais a serem considerados ao explorar uma migração para a nuvem.

Avalie seus investimentos existentes

Avalie os investimentos existentes no data center local e considere os custos de migrar para a nuvem a fim de determinar se isso nuvem é o ideal para sua organização. Para muitas empresas pequenas ou recentes, migrar para a nuvem pode ser extremamente fácil. Com a computação em nuvem, é possível ganhar acesso rapidamente a recursos de nível corporativo pré-pagos que, caso contrário, seriam inacessíveis devido ao alto custo.

Considere seus aplicativos e dados

Quais aplicativos você migraria para a nuvem? Eles terão um bom desempenho na nuvem ou, por exemplo, eles dependem da infraestrutura local personalizada atual? É possível que não haja suporte para os aplicativos mais antigos na nuvem de destino, portanto, verifique se a plataforma de nuvem para a qual você está migrando dá suporte à linguagem do seu aplicativo. Além disso, considere se os dados que você deseja mover para a nuvem são adequados para a nuvem. Por exemplo, dados altamente confidenciais podem exigir uma implantação em nuvem mais segura.

Start Justin

Determine a quantidade de recursos que cada aplicativo usa

A nuvem pode oferecer ótimos benefícios para escalar ou reduzir verticalmente os recursos para seus aplicativos. Determine quais dos seus aplicativos podem se beneficiar de um modelo de consumo pré-pago.

O que é mais adequado: nuvem pública, privada ou híbrida?

A nuvem não é igual para todos. Um grande benefício da nuvem é que ela permite configurar sua implantação da maneira mais adequada para sua organização. Por exemplo, é possível escolher implantar a computação em nuvem por meio de uma nuvem pública, privada ou híbrida:

Nuvem pública

Essa é a maneira mais comum de implantar a computação em nuvem. Os recursos pertencem a um provedor de serviço de nuvem terceirizado, são operados por ele e são compartilhados com outras organizações que também usam o serviço.

Nuvem privada

Em uma nuvem privada, os recursos são usados exclusivamente por uma empresa ou organização. As nuvens privadas geralmente são usadas quando há necessidade de uma segurança mais forte ou de maior controle sobre a infraestrutura.

Nuvem híbrida

Uma combinação de pública e privada, ou seja, a nuvem híbrida, explora os recursos da nuvem pública e os recursos locais existentes ou da sua nuvem privada. É feita uma conexão entre os diferentes ambientes para ajudá-lo a usufruir das vantagens que todos eles oferecem.

Saiba mais sobre as opções em O que são nuvens públicas, privadas e híbridas?

Quando migrar?

A questão de quando migrar para a nuvem é uma decisão de negócios, baseada em vários fatores exclusivos de cada organização. No entanto, um momento fundamental para considerar o uso da nuvem é quando a empresa está prestes a passar por uma expansão ou atualização. Por exemplo, talvez o hardware do servidor esteja chegando ao final do ciclo de vida ou talvez você precise adicionar capacidade ao data center. Ou ainda, talvez tenha chegado a hora de atualizar para a versão mais recente de um software crítico para as operações de negócios. Esses podem ser momentos oportunos para considerar a nuvem como parte de sua infraestrutura nova ou atualizada.

Mitigação de risco

Ao migrar para a nuvem, a organização precisa avaliar suas necessidades de conformidade regulatória e de segurança e planejar sua implantação de forma adequada. Ao migrar para a nuvem, você estará dependendo menos da segurança e do controle internos da sua organização, portanto, será necessário trabalhar com seu provedor para garantir os níveis certos de segurança e conformidade. Por exemplo, se sua organização estiver gerenciando dados confidenciais, você poderá precisar de hardware, software e equipamentos de rede (nuvem privada) dedicados em sua implantação ou de uma nuvem pública que ofereça as ferramentas e os recursos de conformidade específicos do seu setor.

Obter ajuda com a estratégia de migração para a nuvem e a respectiva implementação

To help ensure a smooth transition, consider working with an outside partner to get your cloud computing environment up and running. A third-party can help you formulate a cloud migration strategy. And, some technology partners build ready-made solutions or help you design, build, and manage a solution that’s customized to your organization’s needs. Another option is to work with your cloud service provider to implement a solution for your organization. Learn how to create a migration strategy with Azure.

Considere começar pequeno

Você precisará de uma linha do tempo de migração para migrar para a nuvem. Embora algumas organizações escolham migrar tudo de uma vez, pode ser mais fácil e menos arriscado migrar um aplicativo ou uma carga de trabalho de cada vez. Por exemplo, você pode decidir começar com cargas de trabalho menos críticas como desenvolvimento e teste, em vez do ambiente de produção. A virtualização também pode simplificar a migração. Pode ser muito mais fácil mover várias cargas de trabalho para a nuvem se elas já estão virtualizadas em seu ambiente de servidor local.

Migrando de uma nuvem para outra

Talvez você já esteja usufruindo da computação em nuvem. Caso já esteja, seu cenário de migração para a nuvem poderá envolver a transição de um provedor de nuvem para outro. Com o tempo, talvez você descubra que outros provedores oferecem recursos e capacidades diferentes e deseje usufruir deles. Uma consideração minuciosa de como o serviço do novo provedor beneficiará seu ambiente e uma migração planejada com atenção ajudarão a assegurar o sucesso da transição.

Escolha um provedor de serviço de nuvem

Quando você decidir passar para a computação em nuvem, a próxima etapa será selecionar um provedor de serviço de nuvem. É essencial avaliar a confiabilidade e a capacidade de um provedor de serviços no qual você planeja confiar os aplicativos e os dados de sua organização. Veja a seguir alguns itens que você deve levar em consideração:

Processos e integridade dos negócios

O provedor precisa manter um registro de acompanhamento de estabilidade e ter uma estrutura formal de gerenciamento. É fundamental que haja políticas de gerenciamento de riscos estabelecidas, pois é uma capacidade do provedor validar a conformidade com todos os seus requisitos. E não subestime seus instintos. Você precisa confiar na empresa. Confira sua reputação e pesquise seus parceiros. Verifique se você realmente entendeu seu nível de experiência de nuvem.

Suporte à administração

Seu provedor precisa ser capaz de prometer um nível básico de serviço com o qual você fique satisfeito. Entenda os SLAs (Contratos de Nível de Serviço). O provedor também precisa entregar relatórios de desempenho e ser capaz de acompanhar e monitorar os seus serviços e as mudanças feitas em seus sistemas. A cobrança deve ser automática e contínua.

Funcionalidades e processos técnicos

Seu provedor deve facilitar a implantação, o gerenciamento e a atualização do ambiente. Além disso, verifique se o provedor está usando APIs e transformações de dados padrão, se ele tem um sistema formal para gerenciamento de evento integrado ao sistema de monitoramento/gerenciamento e se ele tem processos documentados e formais para solicitar, registrar em log, aprovar, testar e aceitar alterações. E mesmo se você não planeja usar uma nuvem híbrida, verifique se o provedor dá suporte a esse modelo para o caso de você decidir adotá-lo mais tarde.

Práticas de segurança

Verifique se o provedor tem uma infraestrutura de segurança abrangente. Deve haver políticas e procedimentos em vigor para controlar o acesso aos sistemas do cliente e do provedor, além de outras práticas que assegurem a integridade dos dados do cliente. Avalie também a segurança física. Os hardwares colocalizados do provedor estão protegidos? Os datacenters têm proteções ambientais contra eventos interruptivos? Também deve haver redes e energia redundantes, além de um plano documentado de continuidade de negócios e recuperação de desastre. Para saber mais, consulte a Central de Confiabilidade do Microsoft Azure: Segurança.

Há muito para ser considerado quando se trata de migração para a nuvem. Mas uma implantação bem planejada, pode ajudar a sua organização a aproveitar essa implantação ao máximo, seja em sua primeira investida na nuvem ou ao mudar para um novo provedor. Verifique se você tem uma estratégia sólida e considere trabalhar com um provedor confiável e com um parceiro de tecnologia.

Start your cloud migration with Azure

Learn how Azure offers flexible, cost-effective cloud migration solutions with hybrid support. Find the tools and resources you need to begin migrating your apps, data, and infrastructure—at your own pace.

Get started in the Azure migration center

Conta Gratuita

Concretize sua próxima grande ideia com a conta gratuita do Azure

Comece hoje mesmo

Visual Studio

Assinantes obtêm até $1800 por ano de serviços adicionais do Azure

Ative Agora

Inicializações

Participe do programa BizSpark e obtenha serviços gratuitos do Azure

Saiba mais